ARTE É CURA !

Creio sim nas cores e na sensibilidade humana de romper seus desabores. Sendo assim sempre acreditei na arte como ferramenta e plataforma de transformação, de vida e superação. (Ricardo V. Barradas)

Amemos a música como uma bela arte e como uma grande terapia para alma. (Adelmar Marques Marinho)

A finalidade da arte é, simplesmente, criar um estudo da alma. (Oscar Wilde)

Quem me acompanha desde o começo deste blog sabe que meus textos sempre são relacionados a saúde emocional, e é em torno disto que gosto de escreve. Depois de experiências próprias, de tudo que li e estudei sobre a nossa saúde mental, está mais do que claro que para viver bem, mesmo nos altos e baixos da vida é essencial manter o nosso emocional equilibrado.

Lembra do post anterior sobre as doenças psicossomáticas? Psicossomático vem da junção de duas palavras de origem grega, psique, que significa alma, e soma, que significa corpo, ou seja, uma doença psicossomática é aquela que tem origem na alma e no psicológico, gerando consequências também físicas no corpo. E é por isso que cada vez mais tenho estudado sobre nosso emocional, tentando encontrar formas de ajudar as pessoas a se curarem. E é exatamente isto que a psicologia e psiquiatria faz, avaliam, estudam até encontrarem meios para cura de algumas destas doenças que afetam nossa saúde em geral.

Depois de tudo que li nestes dias, fazendo pesquisas e lendo alguns depoimentos, eu cheguei em um documentário de um famoso ator “Jim Carrey”, pra quem não sabe, o ator sofreu de depressão. No documentário de 6 minutos ele fala sobre como a Arte o salva da depressão, a doença, que atinge 350 milhões de pessoas no mundo segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), é contornada por meio dos pincéis e das cores do astro do cinema.

Em um trecho do vídeo ele diz, Eu acho que o que faz alguém ser um artista é que eles fazem modelos de sua vida interior, “Eles fazem algo entrar em seu ser físico que é inspirado por suas emoções ou suas necessidades ou o que sentem que o público precisa”. É tão claro o que ele quer dizer, e como a arte o curou que nenhuma outra definição ficou mais clara para mim, para deixar tudo mais claro, ele ainda afirma, “eu não sei o que a pintura me ensina, mas sei que me liberta. Me liberta do futuro, me liberta do passado, me liberta do arrependimento, me liberta da preocupação. Recentemente, o ator afirmou ao I News que a essa altura não tem mais depressão, pois agora sente que “a chuva chega, chove, mas não permanece”, conforme suas próprias palavras.

Para mim foi uma alegria imensa, e confesso que me emocionei e não só por ser uma fã, mas por poder ver mais um ser nesse mundo vencendo uma doença que vem crescendo tanto, isso é uma vitória. O vídeo já ultrapassou 5 milhões de visualizações e tem apenas seis minutos, de uma forma sensível ele conseguiu passar para as pessoas como a arte pode ser um instrumento de cura, anestesiando as dores causadas pela depressão. Agora vamos abordar um pouco mais sobre estas artes, começando pela;

ARTETERAPIA;

As artes, como toda expressão não verbal, favorecem a exploração, expressão e comunicação de aspectos dos quais não somos conscientes. Neste sentido, o trabalho com as emoções através da arteterapia melhora a qualidade das relações humanas porque se centra no fator emocional, essencial em todo ser humano, nos ajudando a ser mais conscientes de aspectos obscuros, e facilitando deste modo o desenvolvimento da pessoa (Duncan, 2007).

A arteterapia pode ser definida como uma disciplina com especificidades e limites concretos. É uma ajuda – terapia para alguns – que utiliza as artes plásticas como meio para recuperar ou melhorar a saúde mental, o bem-estar emocional e social da pessoa. Os objetivos da arteterapia são os mesmos dos da psicoterapia. Esta ajuda foca a arte como forma de comunicação, deste modo, ajuda a expressar e comunicar sentimentos, facilitando a reflexão, a comunicação, e permitindo as mudanças necessárias no comportamento.

As artes que são utilizadas na terapia psicológica

As artes visuais são as utilizadas na terapia. Falamos de pintura, barro, colagem, artes cênicas como a atuação, contos, teatro da lembrança, jogos de função, marionetes. Com a música se utiliza o ritmo, sons, voz, instrumentos, e na escrita podem ser utilizados diferentes gêneros. A arteterapia é uma forma de dizer a verdade brincando com o simbólico. As experiências na criação podem representar atos de agressividade, abandonos, perdas, sentimentos, e o fazem de forma indireta, sem uma intencionalidade (Bassols, 2006).

Trabalhar com as emoções na arteterapia

As emoções têm uma importância fundamental no desenvolvimento e nas experiências humanas. Na arteterapia, o trabalho com as artes ajuda no desenvolvimento pessoal e emocional. Normalmente, quando nos expressamos emocionalmente, usamos gestos, metáforas, tons de voz para que a nossa comunicação seja melhor, e também compreendida.

O que eu quero dizer é que só as palavras sozinhas sem a emoção são praticamente apenas “palavras”, quando colocamos a emoção, os gestos, a voz, a imagem e etc, isto nos ajuda a nos expressarmos, isso claro quando as palavras são coerentes com as emoções. As artes, como toda expressão não verbal, favorecem a exploração, expressão e comunicação de aspectos dos quais não somos conscientes. A arteterapia tem feito isso, trabalhado com as emoções para se obter uma melhora nas relações.

Benefícios da psicoterapia da arte;

1. Expressão dos sentimentos que são difíceis de verbalizar: Às vezes é difícil expressar aquilo que sentimos ou aquilo que pensamos,a arteterapia, por ser uma ferramenta que utiliza e desenvolve a expressão, pode ajudar a dar forma a aqueles pensamentos e sentimentos que demoram a sair

2. Exploração da imaginação e da criatividade: Utilizar este tipo de terapia faz com que a pessoa potencialize sua capacidade para poder criar e imaginar.

3. Melhora a autoestima e a confiança: Provar para nós mesmos que podemos recomeçar, nos recriamos, nos leva a conseguir uma maior estabilidade emocional e isso nos traz segurança e confiança.

4. Aumento da capacidade de comunicação; A utilização da arte para se expressar, faz com que nos comuniquemos melhor tanto nas relações com as pessoas e também com nós mesmos, existe esta conexão entre as duas coisas.

5. A arte diminui os níveis de estresse e de ansiedade; Sem dúvidas alguma, as realizações relacionadas com a arte que nada mais é do que a criatividade, reduz o nível de estresse e ansiedade.

6. Motiva o exercício do pensamento e ajuda a refletir; Refletir é algo maravilhoso, e a arte em si te faz refletir e ao mesmo tempo te traz a sensação de paz de equilíbrio.

7. Melhora a concentração, a atenção e a memória; Para nossa vida diária é importante aprender a se concentrar. Ter uma boa capacidade de concentração nos ajuda enormemente a sermos mais efetivos na hora de realizar qualquer tarefa. As vantagens de ter uma boa concentração são muitas: aumenta nossa memória, nossa efetividade na tomada de decisões, nossa precisão e nossa agilidade no desafio que tivermos em mãos.

Existem outros tratamentos terapêuticos por meio da arte que facilitam este processo de cura assim como a arteterapia também temos;

Musicoterapia: Em particular, a terapia musical é mais eficaz no tratamento de controle da ansiedade e também pode ajudar a recuperar o equilíbrio emocional das pessoas, curando a depressão.

Teatro e dança: Por meio do movimento, a mente e o corpo devem trabalhar em sintonia e de forma criativa.Assim, o estresse e a ansiedade podem ser aliviados e outros benefícios para a saúde também podem ser alcançados.

Escrita expressiva: As pessoas que escrevem sobre as suas próprias experiências traumáticas apresentam melhorias significativas na saúde física e mental. A escrita expressiva tem o poder de atuar em vários níveis emocionais, sociais e biológicos, gerando resultados positivos aos tratamentos de raiva, depressão, ansiedade, Alzheimer e et. Ou seja: escrever sobre experiências perturbadoras produz melhorias a longo prazo no humor e na saúde e, assim como a musicoterapia, pode até servir como método de controle sobre a dor.

Eu queria poder continuar, mas hoje eu paro por aqui, mas por experiência própria eu digo que a arte também mudou a minha vida, e claro que tudo começou com a “escrita”, mas a música, a leitura, as poesias e os poemas foram instrumentos de cura essenciais para história da minha vida. Hoje é como se fizessem parte de mim. Pela manhã eu leio alguns poemas e poesias e exatamente hoje, eu li uma poesia e fez todo sentido para mim e é com ela que eu termino o posto de hoje, diz assim;

Antes de uma criança começar a falar, ela canta.

Antes de escrever, ela desenha.

No momento que consegue ficar de pé, ela dança.

Arte é fundamental para expressão humana. (Phylicia Rashad)

DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS !

Você já ouviu falar em doença psicossomática? Provavelmente sim, mas talvez nunca tenha se dado conta do que realmente isso representa. Eu já abordei este assunto alguns meses atrás quando escrevi sobre a saúde mental, e também sobre a “ansiedade”, que nada mais é que uma das doenças psicossomáticas. Hoje eu quero aprofundar um pouco mais sobre este assunto, que se trata de uma realidade que vivemos, então precisamos ter conhecimento sobre isso para poder ajudar a nós mesmos e ao nosso próximo. Vamos começar entendendo a origem desse termo “psicossomático” para desenhar nosso entendimento sobre essa doença.

Psicossomático vem da junção de duas palavras de origem grega, psique, que significa alma, e soma, que significa corpo, ou seja, uma doença psicossomática é aquela que tem origem na alma e no psicológico, gerando consequências também físicas no corpo. Acho que não é preciso ser um psicólogo para compreender que nossa alma, nossa mente está totalmente conectada, ligada ao nosso corpo. Por isso eu falo tanto sobre sentimentos, sobre emoções, pois em minha opinião nós somos resultados do que sentimos, pensamos, somos alma antes de ser um corpo. E por isso também os fatores do dia a dia tem tudo haver com essas doenças.

Quando passamos por alguma situação, uma dificuldade seja em qualquer área na nossa vida, nos sentimos preocupados, o que nos leva ao estado de ansiedade. Então, quando você apresenta algum desequilíbrio no seu estado emocional, de sentimentos e pensamentos, independente da origem ou do tipo de trauma ocorrido, e esse acúmulo de fatores interfere causando dores e problemas físicos, muito provavelmente você está sofrendo de uma doença psicossomática.

COMO CONFIRMAR SE ESTOU TENDO UMA DOENÇA PSICOSSOMÁTICA? Sim, você precisa procurar um especialista, as doenças psicossomáticas apresentam sintomas físicos, mas também poderá apresentar algum tipo de doença orgânica, então é essencial procurar por ajuda médica pois o estresse e a pressão emocional desencadeia em uma intensificação desses sintomas.

QUAL A CAUSA DE UMA DOENÇA PSICOSSOMÁTICA? Como eu disse aqui o que desencadeia estas doenças, são os fatores relacionados a nossa vida, que afeta primeiro a nossa mente, nossa alma assim trazendo um desequilíbrio emocional e prejudicando a nossa saúde tanto física(corpo) como mental(cérebro) que tipo de fatores são esses ?

  • Problemas profissionais: seja por excesso de trabalho ou pela falta dele, em situações de desemprego, o lado profissional mexe muito com o psicológico de todos nós. Além disso, a transição de carreira ou insatisfação com a carreira ou o emprego;
  • Traumas e eventos marcantes: conflitos familiares e traumas de infância, costumam nos deixar mais angustiados, ansiosos e desmotivados com a vida;
  • Violência psicológica: abuso e conflitos amorosos, bullying na escola e violência doméstica;
  • Ansiedade e tristeza: muitas pessoas não controlam esses sentimentos e, geralmente, buscam se isolar e deixam de tentar superar esses problemas.

QUAIS OS SINTOMAS PSICOSSOMÁTICOS?

Sintomas Psicológicos

  • Estresse;
  • Ansiedade;
  • Impaciência;
  • Problemas de concentração.

Sintomas Físicos:

  • Taquicardia;
  • Dores de cabeça frequente;
  • Redução das defesas imunológicas;
  • Queda de cabelo;
  • Insônia;
  • Tensão muscular;

LISTA DE DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS

Há diversos tipos de doenças psicossomáticas e suas manifestações e distúrbios físicos variam de pessoa para pessoa. O mais importante é entender que essas doenças podem afetar a qualquer pessoa, tudo depende do momento psicológico que ela esteja passando.

  • Sistema nervoso: como enxaqueca, dores na vista, dormência, formigamentos e simulação de doenças neurológicas;
  • Pele: irritações, coceira e problemas dermatológicos provocados pelo sistema nervoso;
  • Músculo e articulação: dores, tensão e contraturas;
  • Dor de garganta: inflamação nas amígdalas e sensação de nó, como se a garganta ficasse fechada;
  • Sistema Circulatório: dor no peito, palpitações, pressão arterial alta e sintomas parecidos com os do infarto;
  • Sistema Respiratório: falta de ar e sufocamento;
  • Estômago: dor, queimação, náuseas, gastrites e úlceras gástricas;
  • Intestino: prisão de ventre ou diarréias;
  • Sistema urinário: dor e dificuldade para urinar e doenças urológicas;
  • Dificuldades sexuais: diminuição do desejo sexual, alterações no ciclo menstrual, impotência e dificuldade para engravidar.

COMO SE PROTEGER DOS DISTÚRBIOS PSICOSSOMÁTICOS? Talvez você assim como eu ficou ansioso por essa resposta, eu quis muito escrever sobre isto hoje pois eu convivo com pessoas que sofrem destas mesmas doenças e que se encontram em nível de exaustão emocional fora do comum. E eu sei a agonia e a tortura que é passar por isso, e não saber o que fazer, como é sufocante a dor no peito , o medo de algo que nem você mesmo sabe dizer o que é. Está é a geração das doenças psicossomáticas, se você fizer uma pesquisa de como está o índice de crescimento da doença, vai ver que só em nosso país o índice de pessoas com depressão, ansiedade tem cada vez mais aumentado. A forma que encontrei de poder ajudar foi essa, escrevendo e levando o conhecimento e as experiências de tudo que aprendo durante a trajetória da minha vida. Então vamos as dicas para evitar esses distúrbios emocionais, as dores e as doenças.

  • Pratique o autoconhecimento: reconheça as suas fraquezas e as suas fortalezas para se munir de habilidades e tratar problemas;
  • Inteligência emocional: trabalhar a inteligência emocional vai te dar mais segurança de compreender como você reage diante das mais diversas situações
  • Relacione a sua doença a algo que aconteceu: por exemplo, uma dor na garganta pode ser sintoma de algo que você não disse a alguém e que ficou entalado; (parece estranho, mas é real)
  • Priorize cuidar de você: é comum cuidarmos mais dos outros do que de nós mesmos, isso não tem problema desde que você nunca se esqueça de que você merece também toda essa atenção;
  • Aprenda a perdoar: perdoe a si mesmo e os outros. Carregar no dia a dia rancor ou mágoa só trarão prejuízos a você;
  • Busque ajuda de um especialista: entre tantas dicas é normal ainda não encontrarmos as respostas para lidar sozinho. Então porque não buscar ajuda de um psicólogo ou psiquiatra para reavaliar a sua saúde emocional.

Bom a mensagem que eu desejo passar hoje é essa, priorizem a saúde emocional de vocês. Eu como todo ser humano também enfrento dificuldades e por muitas vezes o meu emocional esteve abalado afetando minha saúde agressivamente. Quando nossa mente está doente, é como se houvessem buracos dentro dela, espaços vazios e é exatamente nesses espaços que as doenças se alojam tomando controle total da nossa mente e corpo e somos escravizados. Então cuidem da alma, da mente, elimine tudo de ruim, pois quando você não elimina algumas coisas da sua vida, essas coisas eliminarão a vida que há em você. CUIDEM-SE ! AME A VIDA QUE HÁ EM VOCÊS 🙂 BEIJOS !

CONFORTO OU CONFRONTO?

Uma etapa nova se inicia em nossas vidas, estamos já há alguns dias neste novo ano, primeiro mês e é natural as pessoas se perguntarem se o ano vai ser bom, consultarem o horóscopo para verem a previsão do ano e enfim as pessoas esperam e desejam mudanças. Mas a resposta está em nós, a mudança começa a partir de nós e isso significa sair da zona de “conforto” para a zona do “confronto”.

Significado de Conforto: Tudo o que constitui o bem-estar material: gostar de viver no conforto.Zona de Conforto. Expressão que indica uma série de situações favoráveis, geralmente relacionadas com estabilidade afetiva, financeira, ou com algo que alguém faz por costume.

Significado de Confrontar: Pôr frente a frente: confrontar adversários. Dividir o mesmo limite com; fazer fronteira com; limitar-se.

Estamos acostumados e gostamos daquilo que nos traz a sensação de conforto, é natural do ser humano, posso te dar um exemplo? eu não gostava de praticar exercícios físicos, mas sabia que precisava perder peso e queria que por um milagre aqueles quilos fossem embora o que eu fazia pra perder eles? comia besteiras, passava a maior parte do tempo sentada, deitada, assistindo filmes.. nada de caminhadas, era minha zona de conforto mas eu ansiava por mudanças. Cheguei em algum resultado ? não, até eu aceitar que precisava me confrontar e mudar minhas atitudes mudar meus hábitos alimentares, praticar exercícios e enfim alcançar os resultados esperado.

É assim que somos, mudar às vezes parece incerto, causa medo e até um obstáculo durante esta caminhada da vida nos fazem querer parar, ou voltar para onde estávamos “zona de conforto”, quando algo errado acontece não significa que você deva parar, desistir, justamente o oposto disso é a vida te chamando para o confronto, para lutar, para prosseguir.

Eu sou uma pessoa particularmente muito conectada com minha vida espiritual, é ela que mantém as outras áreas em equilíbrio na minha vida. Então eu não estou aqui para julgar, eu respeito todas as religiões, mas no meu particular, na minha opinião de acordo com o que eu acredito, no que eu já li, ouvi e aprendi o próprio Jesus não veio para confortar, “Em Mateus 10:34,  Jesus disse: ‘Não penseis que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada’’ O texto não se refere a uma revolução armada ou guerrilha. O seu significado é que a mensagem do Evangelho requer uma tomada de decisão e mudança de vida.

O que eu quero passar com essa mensagem é que existem pessoas procurando ouvir o que querem ouvir, “conforto” vão a igrejas, procuram tarólogos, ciganos, enfim a solução pra que sua vida mude é que você saia da zona de conforto. Quando eu disse que Jesus não veio para confortar, significa que muitas vezes ele vai querer que você reme em direção a tempestade, que você não abandone o seu barco que metaforicamente é a nossa vida, então ele mesmo vai te confrontar para que você lute a favor dos seus sonhos, seus objetivos, e não fique pra sempre estacionado no mesmo lugar.

Eu vejo muito as pessoas esperando em Deus algo que deveriam partir delas, esperando que ele reme a favor do barco, que ele lute, que ele faça que ele mude, quando tudo que ele quer é nos ensinar a ser bons guerreiros, bons condutores, não significa que ele não vá fazer nada por nós, sim ele já faz todos os dias a presença dele é sinal de que nunca vamos estar sós durante esta caminhada.

Nós estamos aqui todos os dias aprendendo algo, e aplicamos em nossas vidas tudo de bom que aprendemos, e talvez este seja o maior tesouro a ser alcançado, durante a caminhada, aprendemos que não somos melhores do que ninguém, que a nossa dor não é maior que a dor do nosso próximo, que todos nós enfrentamos obstáculos nessa vida, perdemos e erramos. Então quando você aprende o que é ser empático e coloca isso em prática a mudança já está acontecendo, quando aprende a ser gentil, honesto, paciente, grato.. enfim as mudanças são favoráveis não só pra você mas para o mundo.

Porque eu acho que é isso que Deus quer na verdade, amor, gentileza, honestidade, paciência, sabedoria, gratidão. E quer nos ensinar isso não da maneira mais fácil, mas dentro do caos que é a nossa vida, fora da nossa zona de conforto. Então existe um processo pra que você se torne uma pessoa melhor, sem passar por cima de ninguém, mas vivendo e aprendendo com os erros, sem esperar nada em troca, sendo grato, e principalmente saindo da “zona de conforto” e “confrontando” seus medos, e seu maior adversário que é você mesmo.

Não estacione quando estiver cansado, pare respire e continue remando lembre-se que nunca estará sozinho. “Não fui eu que ordenei a você? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde andar!” Josue 1;9 🙂 . Vá em frente e enfrente, confronte, mude, que tenho absoluta certeza que terás bons resultados, vai adquirir experiências e amadurecimento, e o resultado não vai ser só material, profissional seja o que for, mas muito mais um crescimento pessoal. 🙂 Enfim espero que tenham gostado, até a próxima meus lindezos ! Beijooooos ❤

O Poder da Literatura

Uma geração dominada pela tecnologia, onde tudo que é moderno atraí mais a atenção, os videos games, os notebooks, os Smartphones e etc.. e eu faço uma pergunta a vocês, quando foi a última vez que leram um livro ? quando foi a última vez que ouviram alguém falar sobre literatura? discutiram sobre um livro? visitaram alguma biblioteca? Se a resposta para estas perguntas servir de termômetro para medirmos como vai a literatura em nossa sociedade. Infelizmente, iremos constatar que temos problemas.

Eu quis abordar hoje sobre este assunto, fugindo um pouco sobre o que costumo escrever, porque ontem foi um dia especial para mim, dia 07 de Janeiro dia do Leitor, e a literatura tem um papel extremamente importante na minha vida. Os livros foram meus companheiros da vida, meus amigos e o mais importante e fundamental o caminho para o meu crescimento, em todas as áreas da vida, a literatura ela não só amplia seu conhecimento sobre as coisas, como também te torna em um ser humano melhor, existem biografias, histórias, poesias, poemas enfim que nos ensinam a viver e a ser melhor.

Eu poderia passar o dia inteiro falando dos benefícios da leitura, e o quanto ela é importante, como estamos perdendo deixando ela para trás, mas para resumir eu vou colocar aqui 3 poderes da literatura, dissertados pelo crítico literário francês Antonie Compagnon;

1 – A literatura deleita e instrui

Esse é um dos poderes mais antigos da leitura. Desde Aristóteles, que dizia que é graças à mimesis (termo traduzido hoje como ficção) que a sociedade se capacita. O filósofo queria revelar que o homem é capaz de aprender muito através da leitura de textos literários de ficção. Ele ainda diz que a imitação é instintiva e nata dos seres humanos e por meio dela o homem adquire as primeiras experiências e deleita-se em seus prazeres.

 2 – A literatura cura e liberta a sociedade

Esse poder designado à literatura tem raízes desde o Iluminismo, no século XVIII, sendo aprofundado como o Romantismo. Nesse sentido, a literatura se ocupa em libertar o sujeito de submissões às autoridades, tanto religiosas quanto políticas. Isso porque, o Iluminismo pregava a liberdade dos indivíduos. Assim, a literatura foi concebida como um instrumento de justiça e de tolerância, características que contribuem para uma certa libertação da sociedade.

3 – A literatura brinca e corrige a linguagem

Quando temos acesso aos textos literários, consequentemente, observaremos um jeito particular de uso da língua e, a partir daí, somos levados a instigar sobre os diversos possíveis usos da linguagem. Para Compagnon, por meio da literatura somos ensinados a não sermos enganados pela língua. Ela nos torna mais inteligentes, ou diferentemente inteligentes.

O que eu desejo hoje é que a literatura ganhe seu espaço no mundo, substitua o tempo que passamos nas redes sociais, nos jogos enfim que ela seja o que veio para ser, uma fonte inesgotável de conhecimento, criando conexões, e nos levando a ser melhores.

Hoje eu leio e escrevo e a escrita sem dúvidas alguma é devido a leitura, e foi como um presente para mim, continuo lendo e continuo incentivando as pessoas a lerem para seus filhos e para si mesmas, porque é o que devemos fazer. Por isso leem, presenteiem um amigo, quem você goste com um livro, repasse essa fonte de conhecimento e incentive o que há de bom nesse mundo ainda e a leitura é uma delas, um tesouro que nos é dado por direito.. então leia ! 🙂

Livros não mudam o mundo,
quem muda o mundo são as pessoas.
Os livros só mudam as pessoas.
(Mario Quintana)

A leitura traz ao homem plenitude, o discurso segurança e a escrita precisão. (Francis Bacon)

RESPONSABILIDADE AFETIVA

Eu poderia escrever umas três páginas só falando sobre este assunto, porque simplesmente e infelizmente retrata o que vivemos hoje, há uma certa dificuldade de se praticar a empatia, pois a responsabilidade afetiva tem muito haver com isto. Se colocar no lugar do outro, entender e compreender que todos nós passamos por conflitos internos e que se não podemos ajudar, complicar ou bagunçar mais isso gera um conflito muito maior, causa sofrimento, dor.

E não é disso que é as pessoas precisam, elas precisam serem amadas verdadeiramente, compreendidas, protegidas, serem ouvidas e é o que elas realmente querem. Mas é tão difícil alguém querer ficar e enfrentar as tempestades junto com você, aceitar que você é rosa mas também é espinhos. É mais fácil e mais prático para o mundo hoje, fugir e partir.

Ser honesto com o que sente não é errado, e responsabilidade afetiva é isso, é ser honesto primeiro consigo mesmo com o que sente, saber o que quer para a si e depois ser honesto com as pessoas com quem se envolve emocionalmente. As vezes passamos por momentos complicados em nossas vidas e tudo que precisamos é de um tempo para reparar as coisas dentro de nós, colocar tudo no lugar e por isso eu falo e escrevo tanto sobre a solitude, porque precisamos de ficar a sós com a nossa própria companhia para descobrir o nosso valor e nos redescobrir como pessoa, mas o que eu vejo é pessoas confundindo esse tempo com a carência e usando as pessoas sem nenhuma responsabilidade e depois descartando-as como se fossem um objeto.

Eu ouço muito das pessoas “não crie expectativas” como se isso fosse errado, quando somos machucados normalmente nós nos fechamos mas a verdade é que ainda temos esperanças e ter esperanças é mais do que bom é maravilhoso pois significa que ainda acreditamos , que os sentimentos vivem e pulsam dentro de nós… e para mim isso é lindo, é um recomeço, porque somos capazes de nos reconstruir.

Então quando alguém entra em nossa vida e nos faz bem, alimenta nossas esperanças, nos faz sorrir, faz do nosso dia “melhor” e com o decorrer dos dias esse alguém faz planos junto com a gente, é normal mesmo nós querermos que dê certo, é normal criarmos expectativas, pois não estamos fazendo isto sozinhos. Existe alguém alimentando elas e quando esse alguém, consegue se alimenta dos seus sentimentos e depois some, ou se afasta aos poucos friamente, nós nos sentimos culpados, procurando motivos, e nos torturamos com perguntas se fizemos ou deixamos de fazer algo. Mas a culpa na verdade é de quem foi desonesto com o que sentia, de quem não foi verdadeiro, de quem usou e quis alimentar o próprio ego, eu sei é triste mas é a realidade as pessoas vivem se culpando, se torturando por causa de outras pessoas que não conseguem serem honestas, administrar seus sentimentos, serem empáticas, é um mundo superficial, repleto de egoísmo.

Isso não serve só para relacionamentos amorosos, as decepções, as frustrações elas fazem parte da nossa vida sabemos disto, nos decepcionamos com amizades, com a família, no trabalho, pessoas se aproximam e logo se afastam porque você deixou de ser alguém importante, porque ganha menos, não é mais popular, porque decidiu seguir um caminho diferente, fez escolhas diferentes… enfim, porque você deixou de ter o que elas queriam, ou porque você não serve mais assim como um objeto. Assim é o ser humano cheio de imperfeições e eu estou aqui também longe de ser perfeita, mas buscando a minha melhor versão tentando ajudar justamente essas pessoas que foram quebradas emocionalmente por diversas e diversas vezes no mesmo lugar por pessoas ” sem responsabilidade afetiva”, desonestas e egoístas.

E Responsabilidade afetiva é querer e se responsabilizar pelo sentimento e pela expectativa que você cria em outro coração. É saber se colocar no lugar do próximo, entender o que ele espera de você, e retribuir porque é o que você também quer. Intenção, intenção, intenção. Responsabilidade afetiva é a ação que você toma a partir da intenção que você tem, é você dar o primeiro passo pensando no que você realmente sente.

Não olhe no fundo dos olhos de alguém se não for para desvendar a sua alma. Não dê um sorriso de graça e cheio de charme para alguém que nutre por você um amor que não é capaz de retribuir. Não crie morada em um coração se você não tem a intenção de viver nele. Seja 100% sincero sobre o que você sente e sobre o que espera do próximo.  Brincar com as emoções dos outros hoje significa ser enganado amanhã. Porque a vida, amigo, é implacável.