LIBERTE-SE!!

“Liberte-se da escravidão mental, ninguém além de nós, pode libertar nossas mentes.”
― Bob Marley

Existem milhões de pessoas no mundo afora que estão sendo vítimas de relacionamentos abusivos, que sofrem pressões psicológicas, do seu namorado, pai, irmão, chefe, ou qualquer pessoa, que exerça um domínio abusivo. É o que chamamos de escravidão emocional, quando nos tornamos escravos entregando o controle, o poder de nossas vidas para estas pessoas. A escravidão emocional não está somente relacionado à pessoas, relacionamentos, pressão e etc, mas também à idéias que muitas vezes adotamos para a vida, pois nossas mentes são programas pelo ambiente em que vivemos, pelos valores e crenças, pela educação e as normas sociais do mundo. Então o que nos tornamos é influência disto.

Mas a medida que vamos amadurecendo, nossas idéias também amadurecem, nossa visão sobre muitas coisas mudam, o que em minha opinião é extremamente bom. Pois ser escravo do sistema é algo tão ruim que também nos afeta emocionalmente, pois não queremos “ser” aquilo que nos impõem, que querem que sejamos, queremos ser uma mudança constante. Então, quando nosso interior é despertado vamos percebendo que muito do que acreditávamos já não se encaixa na nossa vida e passamos a sentir necessidade de sermos nós a termos controle sobre nossas vidas e sobre as nossas mentes.

Logo passamos a compreender que não precisamos de ser a pessoa que se sente aprisionada por este sistema, que não precisamos nos conformar as condições que nos foram impostas. Que a nossa energia diária não precisa ser influenciada pelas emoções negativas as vezes nossas e a maioria das vezes das pessoas, pois assim nós nos perdemos no processo de definir quem somos, perdendo algo infinitamente maior e mais importante “a nossa conexão com nós mesmos” e a conexão com as coisas maravilhosas deste mundo.

Quantos homossexuais sofrem, por causa de pensamentos homofóbicos que geram tanta violência e rejeição? Quantas mulheres se tornam escravas de seus cônjuges, sofrem abusos físicos e psicológicos, e não sabem como reagir, pois a sua religião não permite o divórcio e acabam se tornando escravas de suas crenças, das leis impostas e do sistema !?. E quantas pessoas se sujeitam a humilhações no trabalho, dos seus chefes e até de outros funcionários, porque a família e os amigos os pressionam a não desistir, ao invés de incentivá-los a buscarem por algo melhor, a se arriscarem e a evoluir !! ?

É isso mostra quanta escravidão existe neste mundo, quantas prisões internas, quantas mentes aprisionadas ao sistema e às crenças e quantas pessoas aprisionadas à outras pessoas, à lugares e situações. Como acabar com a escravidão? Libertando-se, eliminando esta corrupção de nossas vidas e mudando o mundo a nossa volta começando aqui dentro, libertando a nossa mente. Podemos mudar nossa visão, nossas idéias, podemos buscar por mudanças, não precisamos viver em ambientes cobertos de energias negativas, de soberba, de egoísmo e falsidade, não precisamos nos sujeitarmos à humilhações. Arriscar é um grande começo, uma evolução e o fim de uma prisão emocional.

Distrações estão em todo o lado, programando as nossas mentes e tirando-nos o grande poder que temos. Atirando-nos a uma vida de consumismo barato, egoísmo e falta de conexão uns com os outros. Como obter o controle de nossa mente? abaixo algumas dicas;

  • Comece a ser mais seletivo em relação ao que ouve, vê e lê
  •  Acredite em você. Pense grande e sonhe grande. É preciso focar em suas forças conhecidas e trabalhar para superar suas limitações. Evite comparar-se com outras pessoas e não permita que circunstâncias externas determinem o que você pode realizar
  • Trabalhe dedicadamente; Assuma a responsabilidade por sua vida. Pare de pensar que você é “propriedade de alguém”. A vida não nos dá o roteiro de alcançar o que almejamos – é preciso criá-lo e correr atrás.
  • Seja positivo. Transforme o negativo em positivo e torne a sua experiência de viver algo construtivo e gratificante. Liberte-se da contaminação pela negatividade. Não se oriente pela opinião de outras pessoas sobre você e não se sinta atingido pessoalmente por ela. Projete o seu futuro e mantenha o foco nele.
  • Não abra mão de manter relações sociais que lhe complementem, que agreguem valor e conhecimento à realização de seus objetivos. Alie-se a pessoas que lhe ajudarão porque veem o seu valor.
  • Faça dos livros os seus grandes amigos. Busque aperfeiçoar-se pela leitura, pelo conhecimento
  • Desenvolva uma conexão com você mesmo; O nosso livre-arbítrio é o que faz com que ter controlo sobre a nossa vida seja tão essencial, no sentido de que podemos facilmente viver a vida que é foi imposta por outros, caso não sejamos nós a criar a nossa própria realidade.
  • Se afaste de pessoas e de lugares negativos que te afetam emocionalmente, preste atenção nas pessoas com quem você se relaciona.

Enfim, liberte-se de tudo que te prende emocionalmente, cuide do seu interior , cuide da sua alma, liberte-se de idéias e pensamentos negativos, busque por mudanças na verdade seja uma mudança constante ! Alimente sua mente e sua alma !… E por hoje é isto :), até o próximo post !!

DESCONECTAR PARA CONECTAR

DESCONECTE-SE !

Por que na era da globalização, desconectar-se da rotina e especialmente do trabalho parece uma tarefa impossível? Porque estamos sempre conectados, envolvidos com o trabalho e encontrar um tempo livre neste espaço de tempo, parece ser irrelevante. Irrelevante no sentido de que não dedicamos muito tempo a pensar de forma explícita nisso. E quando dispomos deste tempo livre ainda nos encontramos conectados nas redes sociais, quando a nossa mente e corpo deveria estar conectado a tudo aquilo que nos traz a sensação de “paz” de “descanso”.

É claro que compreendemos que a tecnologia é uma janela ampla para o nosso conhecimento, e um meio de comunicação através das redes sociais. E como consequência, perdemos a conexão com tudo que está ao nosso redor. É mais provável que você converse com amigos pelas redes sociais do que marcar um encontro, como fazíamos anteriormente quando nada disto existia. Então podemos compreender que estar conectado praticamente em todo o seu tempo, faz com que você perca momentos, e as coisas boas da vida. Viver é bom, e existem maneiras de estar conectado sem precisar de um computador, celular ou tablet, e essa maneira é vivendo da melhor maneira possível.

Quando nos agarramos muito ao trabalho, sabotamos a nossa vida por causa dessa obsessão. Eu falo muito sobre mente e corpo, e mais uma vez eu digo como isto está ligado, pois quando a mente se encontra em um estado de “exaustão” ela se torna menos eficiente e o rendimento será menor. O que eu quero dizer é, quanto mais trabalhamos, menos resultados obtemos e isso nos gera uma frustração, e como consequência o nível de estresse aumenta e o resultado é a “ansiedade”. E tudo isso se reflete para o nosso corpo, a sensação de cansaço, dores, angústia e etc. Ou seja se você não cuida da sua saúde mental isso afetará seriamente a saúde do seu corpo.

Quando não conseguimos encontrar tranquilidade dentro de nós mesmos, de nada serve procurá-la noutro lugar.”–François de la Rochefoucauld–

Porém, é importante se desconectar não só do trabalho, desconectar de tudo aquilo que traz más energias, que deixa tudo mais pesado, carregado, e isto também tem muito haver com pessoas. É muito importante você priorizar sua saúde tanto física quanto a emocional. E o emocional também está ligado com as pessoas que você convive, pois de certa forma você permite que elas controlem tudo o que sente. Então é importante desconectar de pessoas que te prejudicam emocionalmente, e se conectar com aqueles que se importam com seu bem-estar, que te traz boas energias de verdade.

Desconectar-se das novas tecnologias

As novas tecnologias potencializaram e melhoraram a nossa comunicação e o fluxo de informação, mas também contribuíram para deteriorar a nossa qualidade de vida e a nossa saúde Esta é a conclusão a que chegaram muitos estudos realizados em áreas como a medicina e a psicologia. Como eu disse a tecnologia não é ruim, mas de certa forma ela nos torna como escravos, como se dependêssemos dela para tudo. As novas tecnologias, e em particular as redes sociais virtuais, são absorvedoras e dificultam a tarefa de estabelecer limites entre o pessoal e o profissional. 

Dicas para nos desconectarmos

  • Rir e se divertir ao máximo deve ficar no topo das tarefas a realizar. É sempre bom passar um tempo com as pessoas que amamos e até mesmo fazer novas amizades, sair e se divertir, isso nos traz bons sentimentos e uma sensação verdadeira de “estar em paz”, “estar feliz”.
  • Leia, não digo isso só porque amo ler , mas por experiência própria eu digo que ler é como uma calmaria, li uma vez em algum lugar “livros são como um hospital para as mentes”, e isso faz todo sentido claro quando você faz boas escolhas na hora de ler então, escolha bons livros !. Livros são como uma janela para o mundo.
  • Viaje, conheça lugares novos, se conecte com a natureza, com tudo que é belo e natural, passe a observar as coisas simples e que dão cor, sentido para a nossa vida. A natureza também traz “paz”, descanso e alivio para alma, mente e corpo. Então conecte-se com tudo que transmita boas energias, e te traz vida. Você já deve ter ouvido falar de Diogo Guerreiro, para quem não sabe, Diogo é um atleta que viajou o mundo, foi o capitão mais jovem do Brasil a dar a volta no planeta de veleiro. Também é íntimo da costa brasileira: fez a travessia do Chuí ao Oiapoque de windsurf. Estão entre suas aventuras mais recentes cruzar o estreito de Magalhães a bordo de sua prancha e atravessar a Groenlândia a pé. Em uma de suas entrevistas ele diz;

Eu sou um aventureiro profissional. Vivo fazendo aventuras e gravando programa de televisão. As minhas aventuras são para lugares meio remotos, em que a gente desconecta do mundo e fica totalmente focado no presente. Não existe superficialidade. O fato de desconectar faz com que a gente se reconecte com nós mesmos, comece a dar atenção para o que realmente importa. Na sociedade a gente é muito solitário, nosso tempo tá sempre consumido por alguma coisa. Ou a gente tá falando com alguém, ou tá no Instagram, ou tá mandando mensagem. Muito pouco tempo a gente se permite a reflexão pura. Essa abundância de informação faz a gente perder um pouco essa conexão íntima com nós mesmos. Quando a gente faz uma jornada dessas, como a última que fiz à Groenlândia, 26 dias a pé, com um trenó com tudo que eu precisava, barraca, comida, foi uma oportunidade fantástica de pensar sobre a própria vida, reavaliar os valores.

Eu torno a dizer, conecte-se com as coisas mais belas da vida, que o resultado sem dúvidas será muito benéfico para sua vida, realmente muito positivo. Então desconecte-se para se conectar consigo mesmo.

  • Para podermos desfrutar melhor do nosso tempo livre, o ideal é não andar com dispositivos móveis como o celular e o computador, pois eles estragam tudo. Quando a mente se desvincula da pressão e do excesso de trabalho ela pode criar livremente. Adicionalmente, é também neste momento que temos ideias mais claras e uma maior tranquilidade para resolver qualquer problema.
  • ARTE ! é só uma dica, mas se você aprecia a arte, procure se conectar à ela, através da arteterapia, musicoterapia é uma forma de se reconectar. ARTE É CURA !! 🙂

Enfim, esse foi o post de hoje, DESCONECTAR PARA CONECTAR ! pois vivemos sempre ansiosos, estressados, nossa mente se encontra exausta e tudo que precisamos é de “paz” e “descanso”. Nossa alma deseja isto, nosso corpo , nossa mente pede isto, então por que não atender nossas necessidades e cuidar de nós mesmos? Devemos nos priorizar se quisermos viver bem ! então se dê essa atenção, e cuide de si mesmo. SE AME ! 🙂

ABRACE SUAS TRANSFORMAÇÕES

“Mas eu mudei. Eu precisava mudar.” Clarice Lispector

“Mudei muito, e não preciso que acreditem na minha mudança para que eu tenha mudado.” Caio Fernando Abreu


“Quando acordei hoje de manhã, eu sabia quem eu era, mas acho que já mudei muitas vezes desde então.” Alice no país das maravilhas: Lewis Carroll

“Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.”
Fernando Pessoa

Mudar? Sim, abrace suas transformações, suas mudanças, porque mudar positivamente, não é e nunca foi ruim. Há 1 ano atrás eu estava em uma fase da minha vida onde eu buscava um reencontro, me redescobrir como pessoa , e foram exatamente às mudanças que fizeram parte desse reencontro, tive que sair em busca da minha melhor versão. As mudanças fazem parte de um processo de crescimento, de um desenvolvimento pessoal, em todas as áreas da nossa vida. Hoje quando olho para mim eu sou grata pelas mudanças, pois me fizeram um ser humano muito melhor.

Nós pedimos um mundo melhor, queremos e desejamos mudanças, em nossas vidas e no mundo em que vivemos, mas nos esquecemos que a mudança vem e começa dentro de nós, se somos melhores como pessoas, a consequência disto é “ser alguém melhor para o mundo ” para as pessoas que vivem ao teu redor. E que mudanças são essas? ser gentil, ser empático, ser grato, ser solidário e etc. Quando você se coloca no lugar das pessoas, o que você sente muda, sua forma de agir muda e seus pensamentos mudam. Aonde eu quero chegar com isto? eu só quero passar a seguinte mensagem, quando você decide ser luz, consequentemente você está salvando vidas e gerando amor, empatia, gentileza, respeito e todos os sentimentos bons e eu acho que é disto que o mundo precisa.

Mudar é uma das minhas palavras favoritas, quando eu mudei a minha vida mudou para melhor, e mudar também está ligado ao que já falamos aqui, “zona de conforto” “conforto ou confronto?”, você quer um emprego melhor, ganhar bem, mas não quer sair da sua zona de conforto porque isso exige confronto!. Você terá que confrontar seus medos e seu maior adversário que é você mesmo, e confrontar está ligado à “mudanças”, de atitudes, pensamentos, forma de viver e enfim consequentemente à vida passará a mudar também. A mudança lembrando começa internamente, alguém aqui com certeza já deve ter escutado aquela música do ”Raul Seixas” “Metamorfose Ambulante”, e o que é metamorfose?


Metamorfose é uma palavra com origem no grego antigo, “metamórphosis”, cujo significado é transformação. Originalmente ela foi formada pelo prefixo “meta” (mudar) e “morfón” (forma). O sentido genérico de metamorfose é mudançatransformação de um ser em outrode uma forma em outra. Podemos aplicar a palavra quando nos referimos a uma mudança súbita de caráter ou aparência de uma pessoa. Pode ser alusivo tanto à transformação física quanto à moral. Em Biologia, o termo metamorfose é aplicado aos animais que mudam de forma durante a vida, principalmente insetos e anfíbios. (Borboletas)

Metamorfose ambulante Raul Seixas, um dos mais respeitados músicos brasileiros, compôs e gravou a música “Metamorfose ambulante”, em 1973. A música, que é sucesso até os dias de hoje, mostra a irreverência com relação à sociedade e a afirmação de ser uma pessoa em constante estado de mutação, podendo assim pensar mais livremente.

É isso devemos mudar constantemente, ser uma construção diária, abrir nossas mentes, sair em busca de conhecimento, nos desenvolvermos como pessoa, como ser humano, não parar na busca da nossa melhor versão e principalmente ser grato pelas mudanças que são mais do que necessárias para nossa vida. Não é errado mudar de opinião, mudar sua forma de pensar, errado é você estacionarestacionar “tudo” viver parado no tempo e perder a “vida”. Abrace suas transformações e continue não pare, leve isso para o mundo para que ele possa mudar também, compartilhe suas experiências, ajude, seja gentil consigo mesmo e com as pessoas, Seja Luz, Seja Amor.

E eu termino o post de hoje com essa mensagem ABRACE SUAS TRANSFORMAÇÕES e como disse Raul Seixas ” PREFIRO SER ESSA METAMORFOSE AMBULANTE, DO QUE TER AQUELA VELHA OPINIÃO FORMADA SOBRE TUDO”.

CICATRIZES !

Houve uma vez em que eu estava passando por um momento tão complicado na minha vida , e me peguei pensando se eu sobreviria aquela situação, se haveria forças para me levantar outra vez. Foi então que visualizei um vídeo do Pastor muito conhecido, Deive Leonardo, no vídeo ele falava sobre as cicatrizes e explicava, que uma vez que você foi ferido em um determinado lugar, dificilmente você seria novamente ferido naquele mesmo lugar. Pois após o processo de cicatrização a nossa pele normalmente fica mais rígida, as marcam, as ataduras servem para nos lembrar sobrevivemos aquele acidente, fomos fortes o suficiente para superar as dores.

Durante e depois do vídeo eu chorei feito criança exatamente quando se machuca, que ironia, mas eu compreendi aquele processo todo que eu estava passando e olhei para as marcas que eu já obtinha e naquele momento eu soube que eu sobreviria. Mas sobreviver não é fácil, “a dor precisa ser sentida”, tem que doer, é o processo da cicatrização, mas para cada processo existe um tempo, e as vezes nós nos prendemos a dor de uma forma que dificulta estes processos, é irônico mas por um momento até parece que gostamos da “dor” da “tristeza”, mas a verdade é que só para de doer quando aceitamos a passar para a próxima fase, o “SEGUIR EM FRENTE, E ENFRENTE “.

Dar um passo e aos poucos aquela ferida vai cicatrizando e você já nem lembra mais da dor, mas lembra o quanto foi forte. Deixar cicatrizar, é o que eu quero dizer, quando você deixa as feridas te transformarem. E por que dificilmente será ferido novamente no mesmo lugar? Porque a dor ensina, o sofrimento ensina, a ser forte, corajoso, resiliente, resistente e inteligente. Sim você adquire conhecimento e sabedoria o que nos torna maduros, e quando vier uma próxima tempestade com sabedoria você vai ter todo o cuidado para não se afogar, não se machucar, não se ferir e assim você sobrevive outra vez, e outra vez e outra vez. Mas e se eu me ferir outra vez? você vai chorar, vai doer, mas olhe para as outras cicatrizes, não dedique seu tempo pensando no quanto dói, olhe para elas e faça o que você fez antes “deixe cicatrizar” e siga em frente e enfrente. Somos feitos de cicatrizes e isso não é ruim, frustrações fazem parte da vida, é claro e obvio que ninguém gosta de sofrer, mas quando usamos o sofrimento e transformamos ele em crescimento, nós nos tornamos em pessoas melhores, o que nos ajuda até mesmo a evitar aborrecimentos, decepções e a própria dor.

A nossa vida é como um barco, vai haver dias de tempestades, e vamos ter que lutar para que esse barco”vida” não afunde, e como todo barco ou navio ele vai ter suas marcas, as cicatrizes para lembrar de quantas tempestades ele teve que enfrentar e sobreviveu, assim como existem as tempestades existe os dias de “sol” de “paz”, o mar vai estar calmo. E nestes dias é bom se lembrar de viver a vida, cada segundo dela, e da melhor maneira possível, viva seus sonhos, ame o quanto puder amar, seja feliz pois a felicidade não é um troféu a ser conquistado, a felicidade nos acompanha todos os dias, ela é o caminho. Viva bem ! Ame suas cicatrizes, ame a sua vida e por favor não desista !

Antes de ir eu quero deixar aqui um texto, um poema e que você absorva cada palavra que foi dita hoje aqui, e lembre-se que as cicatrizes nada mais é do que um processo de transformação da melhor versão de si mesmo. 🙂

EU SOU FEITA DE CICATRIZES !

Eu amo minhas cicatrizes. Elas formam minha casca. Minha casa.

Não que eu habite nelas, mas elas me lembram do quarto escuro que já me escondi, dos gritos no travesseiro.

Toda vez que as vejo, lembro de como eu achava que ia morrer. E principalmente, de como eu estou aqui bem viva.

Cicatrizes são minhas, apenas minhas. Isso me faz ser única. Ter dores que só eu senti e curas também.

O poder que elas têm me fazem inabalável e grata. Afinal, eu não estou aqui escrevendo sobre sofrimento e sim sobre crescimento.

E existe crescimento sem dor?

Todas as vezes que erro uma cicatriz se forma. O erro não é para sempre. Eu não sou um erro. Mas a cicatriz, fica lá. Diminui com o tempo, mas fica lá.

Se quiser vê-las, tudo bem. Mas não aponte o dedo. Eu não deixo que ninguém me diga que eu devo me arrepender do que vivi. Caso contrário, vou me arrepender de quem eu sou. E disso eu não me arrependo.

Cicatrizes me fazem. E você, é feito de que?

RESILIÊNCIA

O que é resiliência?

É um termo originário da física. Está relacionado com a propriedade que alguns corpos apresentam de retornar à forma original após terem sido submetidos a uma deformação elástica.

Resiliência está relacionada à nossa realidade, nossa vida. A psicologia explica ela como, a capacidade de o indivíduo lidar com problemas, adaptar-se a mudanças, superar obstáculos ou resistir à pressão de situações adversas (choque, estresse, algum tipo de trauma) – sem entrar em surto psicológico, emocional ou físico, e assim encontrando a melhor forma de lidar com adversidades, com os problemas, buscando soluções e a superação.

Falar sobre isto hoje é importante, pois vejo pessoas “tatuando ” resiliência em seus corpos, postagens nas redes sociais com a palavra gigante “SEJA RESILIENTE” “RESILIÊNCIA ” por que é uma palavra bonita? por que todo mundo diz? por que parece “forte”?, não sei por qual razão, mas o que eu sei é que a maioria não faz ideia do que significa ser resiliente de verdade. Por isso estou aqui escrevendo, para mostrar que mais que uma palavra, resiliência é um ensinamento, um caminho para o crescimento pessoal e em todas as áreas da nossa vida.

Como em todos os meus posts, eu particularmente uso a psicologia para explicar de uma maneira mais profunda sobre cada assunto. Então com base no que estudei, cheguei a uma referência do Psicólogo Robert Brooks. Para ele pessoas resilientes têm maior senso de controle sobre suas vidas, tornando-as mais dispostas a assumir riscos. Devido à sua visão otimista, elas são mais propensas a desenvolver e manter relações positivas com os outros, além de viverem vidas mais significativas. Então de primeira impressão parece que ser resiliente não é tão fácil quanto parece, pois existe uma diferença entre “ser” e “dizer”. Você perdeu alguém que amava para um câncer, como superar e manter as emoções positivas? perdeu o emprego e está em uma situação complicada financeiramente, como não perder a esperança? Como seguir em frente ?. A resiliência está relacionada a isto, as experiências de cada indivíduo e são exatamente estas experiências e diferenças que nos ajudam a lidar de forma positiva com os problemas do dia a dia, seja quaisquer situação que estivermos enfrentando. E é esta positividade que nos ajuda a lidar com o stress no presente, no futuro, assim impedindo um desenvolvimento de um transtorno mental.

COMO SER RESILIENTE ?

Cada um de nós temos uma maneira de gerenciar nosso estresse, existem diferentes estratégias que podem nos levar a essa sensação de resiliência. Até mesmo, nossas crenças espirituais e contextos culturais também é uma forma de desenvolver a resiliência, pois ela nada mais é que uma característica que pode ser desenvolvida por qualquer um de nós, basta então passar do “Dizer” para o “Ser”, e realizar estas estratégias.

Aprenda lições

“Quando você tem uma experiência negativa, concentre-se nas lições positivas que você pode aprender com isso”, diz Ani Kalayjian, psicóloga na cidade de Nova York. Quando surge uma situação difícil, não se concentre em quem é culpado. Deixe de perguntar “Por que eu?” Deixe de lado o papel de vítima. Pergunte-se o que você poderia fazer diferente na próxima vez para obter um resultado melhor.

Tenha atitude positiva

Pense sobre o que você pode fazer para melhorar sua situação e depois faça isso. “As pessoas resilientes trabalham na resolução de um problema ao invés de se deixarem paralisadas pela negatividade”, diz Brooks. 

Mantenha-se conectado

Nutra seus relacionamentos com amigos e familiares. Quando você estiver passando por um momento difícil, não se afaste de outras pessoas. Aceite a ajuda daqueles que se preocupam com você. 

Libere a tensão

  • Escreva em um diário;
  • Desenhe; (ARTE É CURA LEMBRA DISTO? 🙂 )
  • Medite;
  • Dance, cante, toque etc ;
  • Faça terapia.

Aprenda hábitos saudáveis

  • Exercite-se regularmente;
  • Mantenha uma dieta balanceada;
  • Leia um livro;
  • Reserve um tempo para descansar;

As pessoas que ficam fisicamente fortes tendem a ser emocionalmente mais resistentes.

Ler é uma ótima maneira de relaxar, estimula a criatividade, ameniza as situações de estresse e aumenta a resiliência

Acredite em si mesmo

Fique orgulhoso de suas habilidades e do que você fez. Reconheça suas forças pessoais. Acreditar em si mesmo é extremamente importante, não somente para aumentar a confiança e autoestima como para alcançar o sucesso.

Sorria

Mantenha seu senso de humor mesmo diante tempos difíceis. O riso alivia o estresse e ajuda você a controlar as coisas. Quem sorri vive mais tempo e parece mais jovem. Sorrir aumenta a longevidade, contribui para manter o sistema imunológico forte, reduz a pressão arterial e ajuda o corpo a relaxar.  Nossas expressões faciais fazem mais do que apenas comunicar nosso humor, elas tem a habilidade de influenciar nosso humor como um todo. As emoções podem ser geradas no cérebro, mas os músculos faciais reforçam e transformam essas emoções.

Seja otimista

Uma perspectiva positiva e esperançosa tornará você muito mais resiliente. Lembre-se de que muitos dos problemas que você enfrentará na vida são temporários e que você superou os constrangimentos no passado.

  • Seja flexível e perceba que a mudança é parte da vida;
  • Faça planos realistas;
  • Mantenha uma atitude positiva;
  • Mantenha canais de comunicação abertos entre você e outras pessoas;
  • Lembre-se de estratégias que o ajudaram a lidar com momentos difíceis no passado;
  • Seja consciente dos métodos de autodescoberta;
  • Desenvolva o hábito de escrever para registrar seus sentimentos;
  • Encontre novas maneiras de gerenciar o estresse e os impulsos;
  • Estabeleça conexões importantes;
  • Seja decisivo;
  • Use técnicas de visualização criativa

Bom por hoje eu paro por aqui, mas eu espero que essa “palavra” que é muito mais que uma só palavra, ganhe realmente um significado na vida de vocês, ganhe força e seja um começo de um desenvolvimento pessoal, profissional, espiritual. Enfim que vocês aprendam a serem resilientes em todas as adversidades da vida, que floresçam em meio ao caos, usando cada dificuldade ou situação como um degrau para o sucesso. Que não percam sua forma original(sua essência) ao passarem pelos processos dolorosos da vida, sejam fortes e corajosos e resilientes. 🙂