“SÃO TEMPOS DIFÍCEIS PARA OS SONHADORES”

Filme “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”

Tempos difíceis… ” Por que será que eu não consigo escrever?, eu olho em volta vejo milhares de histórias”, li esta questão em umas das páginas que sigo, e me vi também fazendo a mesma pergunta e por enquanto não encontrei nenhuma explicação ou resposta e desde então me sinto até desapontada comigo mesma por não chegar a lugar algum.

Um escritor.. ele pensa, sente e logo então escreve, é a junção de sentimentos, pensamentos, idéias e até questionamentos, e muito do que observamos também. E às “palavras” quando escritas, ganham vôo.. elas dançam na ponta de nossos lápis !! E assim é com os pensamentos e as idéias, elas florescem em nossas mentes, se colocar isso em “cores”, veja isso como uma explosão de todas as cores mais vivas. Uma vontade pulsante de por tudo isto no papel, “por para fora”, esvaziar a mente o coração, bom pelo menos é assim que eu me sinto.

Foto dos meus rascunhos e escritas

Quando olho para o mundo a minha volta, eu observo às pessoas e suas ações, observo “a vida e tudo aquilo que tem vida”, leio os jornais, o suficiente para me manter informada e não morrer de tristeza! Os noticiários hoje ou melhor para não generalizar, algumas fontes apenas nos aterrorizam , só anunciam as desgraças deste caos que vivenciamos e nos deixam mais deprimidos, ansiosos e sem esperança!. Por isto eu só leio e vejo o que é necessário saber para se manter informada. No geral são muitas informações todos os dias, sobre assuntos de política, ciência, saúde, cidadania, educação e enfim, assuntos que são muito discutidos hoje, em redes sociais, no meio político, nos jornais, toda mídia em geral e principalmente na “boca do povo” que grita todos os dias por “Justiça” e outras coisas também.

É notável que há uma divisão no mundo, isto é um fato, e é esta divisão que gera às guerras, às discórdias a violência a desumanidade. Por estes dias eu peguei meu caderno de escrita, meu lápis e sentei… fiquei esperando uma resposta para tudo isso que estamos vivendo, para as coisas desagradáveis que leio e vejo observando às pessoas, e só me surgiu tristeza e mais nada.

Nós sempre tivemos a opção de “escolha”, de escolher nossa próxima atitude, o próximo passo. Temos a opção “ser pacífico” ou “ser violento”, “ser gentil” ou “ser arrogante”, “amar” ou “odiar”, “construir” ou “destruir”, “ser bom” ou ” ser ruim”. Nós escolhemos, e com base nestas escolhas somos definidos, personalidades são formadas, é o nosso processo de formação, mas a decisão de ser”é nossa. Eu fiz muitas escolhas em minha vida, algumas delas foram ruins ou até muito ruins infelizmente, mas eu aprendi com essas más escolhas, e nesta última fase até o momento eu escolhi “escrever”, decidi ser escritora no meu tempo livre, acho estranho ainda quando me chamam de escritora, porque comparado aos autores incríveis dos livros e poesias que já li, eu só sou uma amadora.. 🙂 eu escrevo o que sinto, o que observo, minhas idéias sobre às coisas, sobre minhas experiências.

Nesta minha escolha eu decidi não só escrever para esvaziar a mente, coloquei como objetivo.. ajudar as pessoas através da minha escrita, aqueles que necessitam de apoio, que se sentem sozinhos em determinadas situações, ou porque se sentem sozinhos na vida mesmo. Os que se sentem diferentes, os que sofrem com doenças psicológicas, as mesmas que resultam em suicídios ao redor de todo este mundo. Pessoas deprimidas, ansiosas, angustiadas, que sofrem com o passado o presente e o futuro. Pessoas que estão passando por um processo de transformação ou de formação e que precisam todas elas, dividirem suas experiências, e encontrar forças e apoio para continuar. Como uma motivação, uma inspiração, eu sempre faço questão de usar citações ou mesmo usar histórias de artistas, filósofos, sociólogos, psicólogos poetas, cientistas, autores bíblicos e sempre mencionando o Amor de Deus por nós seus filhos, para que se sintam amados e queridos e que se amem também. E foi sempre usando doses de amor, de esperança, sabedoria e tantos ensinamentos sobre a vida, que eu quis ajudar as pessoas a fazerem boas escolhas, buscarem por ajuda, buscarem uma versão melhor de si mesmas e a valorizarem o que há de bom e verdadeiro nesta vida.

Eu não sou e nem desejo ser melhor que alguém neste mundo, pois eu mesmo faço o possível para seguir o que escrevo. Eu só não posso, falar ou escrever sobre empatia e não praticar empatia no dia a dia, não é só pregar é exercer o que prega. E sou alguém em busca da minha melhor versão, decidindo o meu próximo passo, minha próxima escolha e por isto eu tento sempre nestas horas lembrar de seguir meus próprios conselhos. Até mesmo os mais difíceis para mim como “Perdoar”, estou trabalhando está questão em mim, exercer mais o perdão para que as mágoas e os ressentimentos possam ir embora, quando perdoamos e somos perdoamos tudo isto se vai, é necessário deixar o passado para viver o presente não é mesmo?!. Somos humanos e erramos, pois somos falhos, porém decidimos se aprendemos com estes erros ou continuamos sempre com a mesma desculpa de que errar é humano. Talvez falte humanidade nas pessoas, porque “ser humanotodos nós somos.

E quantas vezes eu me pergunto, por que escolhem a maldade? O ódio, violência, o desamor e tudo aquilo que destrói?!. As pessoas estão sempre reclamando que desejam um mundo melhor para se viver, mas a maioria delas sequer pensam em algum momento rever e mudar suas atitudes. Se queres uma mudança, comece por você, a mudança começa a partir de nós. O que penso muitas vezes, é que parte disto tudo que estamos vivendo, é resultado da maldade do próprio ser humano, é como se a terra tivesse implorando por socorro , é o ser humano a pior contaminação do mundo, destruímos o nosso próprio planeta, a nossa própria terra e todo ser vivo que existe nela.

Nestes últimos dias, li uma triste notícia sobre um ato violento e doloroso de racismo e a consequência deste ato, violência, pessoas saqueando os comércios, incêndios, foi um grito por “Justiça”, pela luta contra o racismo e nem da pra acreditar que ainda nos tempos de hoje existe isto. Mas, infelizmente cai na besteira de ler os comentários e não parei mais, milhares de comentários sobre os atos de violência, disseram “foi lindo”, “um orgulho”. Na minha opinião isto é um horror, vencer uma causa, com mais violência, roubos, incêndios não é algo para se orgulhar, por que não lutar com sabedoria, vencer com a verdade, com as mãos limpas e com amor ?!. A maldade não muda o mundo e eu não consigo ver algo bom nisto. E me perdoem se estiver errada, mas é o que penso.

O homem tem que estabelecer um final para a guerra, senão, a guerra estabelecerá um final para a humanidade.” – JOHN FITZGERALD KENNEDY

A guerra é sempre uma derrota da humanidade.”João Paulo II

“A violência jamais resolve os conflitos, nem sequer diminui suas conseqüências dramáticas.” – João Paulo II

Que ninguém faça ilusões de que a simples ausência de guerra, ainda que sendo tão desejada, seja sinônimo de uma paz verdadeira. Não há verdadeira paz senão vier acompanhada de equidade, verdade, justiça e solidariedade.” – João Paulo II

“O homem nasceu na barbárie, quando matar a seu semelhante era uma condição normal da existência. Se lhe outorgo uma consciência. E agora chegou o dia em que a violência para com outro ser humano deve ser tão abominável como comer a carne de outro.” – MARTIN LUTHER KING

“A guerra é a maior praga que assola a humanidade; destrói a religião, destrói as nações, destrói famílias. É o pior dos males.” – MARTINHO LUTERO

Se matamos uma pessoa somos assassinos. Se matamos milhões de homens, celebram-nos como heróis.”- SIR CHARLIE CHAPLIN

E ouvireis falar de guerras e rumores de guerras; olhai não vos perturbeis; porque essas coisas devem acontecer; mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino: e haverá fomes e pestes, e terremotos em vários lugares. Mas todas essas coisas são o princípio das dores.”- JESUS DE NAZARÉ

Há uma inexistência de palavras muitas vezes, pois dor é um sentimento constante aqui dentro, se lágrimas pudessem ser descritas ou escritas eu teria milhares agora, no lugar daquela explosão de cores, há muitas interrogações, exclamações, muitos por quês, e por isto eu peço perdão a vocês pela minha ausência.. estou tentando lidar com essa bagunça aqui dentro. Pedindo a Deus sabedoria para estes dias, que não me falte fé e muito menos Amor… pois é o Amor que me move e me faz sentir viva!! Amor pela vida e por Jesus que é o princípio deste Amor, pelas pessoas , pelo o que eu sou, por este mundo mesmo em meio ao caos, pois é possível encontrar amor na natureza, nos animais, é possível achar o amor nas coisas simples da vida, que fazemos , nós detalhes e isso que me move, sou feliz por olhar e sempre encontrar Amor. Eu não desejo entristece-los com histórias tristes, quero continuar com minha luta em ajudar aqueles que necessitam, levar a esperança e o amor de sempre.

Dizem que aqueles que lêem muito, os que escrevem e brincam com as palavras transformando em lindas poesias e canções, os que pincelam às telas em branco fazendo uma dança com as cores mais vivas e que se transformam em lindas obras de arte, aquelas mesmas que penduramos em nossas paredes mas nem sabemos o que se passa por de trás delas. Enfim, dizem que todos estes são os que sentem demais , os observadores, os tristes e os felizes, os que fazem das tristezas as mais belas canções, artes, poesias e até uma linda dança.

É nestes dias sombrios, nestes tempos difíceis que sentimos muito mais até do que desejamos sentir. O suficiente para que nossos corações e mentes se acelerem por vez ou outra, mas é porque nós também somos humanos, mas muito mais “humano” do que só um ser neste mundo. São tempos difíceis, mas tenho fé que vamos tirar o melhor disto tudo, e que não nos falte mais amor, esperança e humanidade.

Talvez seja difícil compreender indivíduos que carregam tanta paixão dentro de si, pessoas que não se contentem em ser apenas mais uma etapa de uma produção em série. Os sonhadores não se contentam com o mundo como ele é, porque isso é sempre a decisão mais cômoda. Sonhadores não se satisfazem apenas copiando o mundo, pois eles possuem magia e esta lhes permite a audácia de construir novos mundos. A bem da verdade, não é fácil ser um sonhador em um mundo tão pragmático, onde as emoções são apresentadas no plano cartesiano, como se tudo que sentíssemos pudesse ser mensurado através de fórmulas matemáticas. Não é fácil porque toda vez que decidimos alçar vôos mais altos, tratam de cortar as nossas asas, já que quem caminha uma vez pelo céu, jamais vai se contentar com o interior de uma gaiola. (Erick Morais)

“Enquanto houver um louco, um poeta e um amante haverá sonho, amor e fantasia. E enquanto houver sonho, amor e fantasia, haverá esperança”. (William Shakespeare)

O mundo é grande, a vida é curta, o tempo é breve. (Antonio Francisco)

O tempo passa depressa demais e
a vida é tão curta. Então — para que eu não seja engolido pela voracidade
das horas e pelas novidades que fazem o tempo passar depressa — eu
cultivo um certo tédio. Degusto assim cada detestável minuto. E cultivo
também o vazio silêncio da eternidade da espécie. Quero viver muitos
minutos num só minuto.
in Um Sopro de Vida (Clarice Lispector)

Não duvide do valor da vida, da paz, do amor, do prazer de viver, em fim, de tudo que faz a vida florescer. Mas duvide de tudo que a compromete. Duvide do controle que a miséria, ansiedade, egoísmo, intolerância e irritabilidade exercem sobre você. Use a dúvida como ferramenta para fazer uma higiene no delicado palco da sua mente com o mesmo empenho com que você faz higiene bucal. (Augusto Cury)

Tem sido dias difíceis para todos nós, o tempo se acostumou a correr, e sei que esse é o desespero de muitos. Aquela sensação ruim de que perdemos metade de um ano, e não somente o ano, são vidas sendo perdidas, laços sendo desligados , desfeitos, muita dor, angústia e o tempo e a vida sendo perdidos para muitos de nós. Durante estes dias, semanas, e agora meses, tivemos muito tempo para pensar sobre o valor que tem “a vida”, não só a nossa, mas a de todo “ser humano e ser vivo” deste mundo. Hoje, nem o dinheiro ou os bens materiais pode nos beneficiar ou nos diferenciar perante a esta doença, que não escolhe classe social, cor ou comunidade. Somos todos iguais e nossas condições também são , dependemos uns dos outros, e acima de tudo precisamos ser conscientes.

Sei que manter a sanidade e o equilíbrio nestes dias de quarentena, tem sido muito difícil. Para aqueles que sofrem de ansiedade, depressão, síndromes, que são doenças psicossomáticas, está crise , é como uma bomba prestes a explodir torturando a cada toque do relógio. É uma tortura angustiante, dói, e a sensação é como se fôssemos morrer a qualquer momento, a angústia invade o nosso peito de uma forma que nos falta o ar para respirar. É triste, e por isto é necessário ser forte, é necessário se ajudar e buscar ajuda neste momento, pois sabemos que não somente o vírus, mas tantas outras doenças, são responsáveis por tantas mortes que continuam acontecendo. O mundo pede por socorro, e nós podemos salvar vidas, não só as nossas, mais muitas vidas.

Fazendo a nossa parte, cuidando da nossa saúde, de nossas famílias e ajudando as famílias necessitadas. A fome é uma realidade e não só passou a existir agora, mas esta pandemia fez com que isto realmente fosse levado a sério. Ninguém deseja morrer de fome, e quando nós pensamos em nossos familiares, não queremos que a dificuldade a dor atinja eles, e só de imaginar, já nos aperta o peito. Somos tomados pela culpa, por que será que nunca pensamos nos tantos homens, e mulheres, crianças, idosos, famílias que morrem de fome, de desnutrição todos os anos? São humanos, como nós, famílias como as nossas, uma simples ação, uma doação, um ato de amor, de solidariedade é capaz de mover , de mudar o mundo. Demorou muito para que a empatia, o amor pelo próximo, a solidariedade, fosse compreendido de verdade, e só compreendemos porque também estamos sujeitos a passar pelo mesmo, é a empatia fazendo efeito, se colocar no lugar do outro. Então, não espere nunca um momento específico para ser gentil, ser solidário, empático, se você puder ajudar faça isso de coração e o mundo agradece, precisamos de boas ações, de bondade de amor e não por determinado tempo mas por tempo indeterminado, sempre.

Ajude os doentes, os ansiosos, depressivos, que sofrem de alguma doença psicólogica, mesmo com distanciamento, conversem, compartilhem suas idéias, façam vídeos chamadas, liguem, escrevam, cantem. Tivemos notícias recentes de suicídios, as pessoas, se sentem sozinhas, abandonadas, eu sei como essas doenças invadem os nossos pensamentos, o nosso subconsciente, e como tira a alegria, o ânimo e a vontade de viver. Mas, não é esta a verdade, existe uma cura para todas essas doenças , e essas pessoas precisam saber o quanto a vida é importante, que a esperança vive, e que há muito para se viver, e mesmo que elas não encontrem o amor, em suas famílias ou relacionamentos, elas podem e devem se amar, terem amor pelas suas vidas, e que existem pessoas que estão dispostas a ensinar, ajudar a encontrar este amor e os melhores remédios naturais da vida para estas doenças. E a arte é uma delas, a dança, a música, as pinturas, artesanatos, a escrita e toda forma de arteterapia. Ela é leve, doce, e calma como uma poesia, tem o poder de curar, é uma calmaria nesta tempestade em que estamos passando.

Seja qual for a sua crença, acredite que ela é importante. Eu particularmente acredito em Deus e tudo que provém dele, acredito em suas escrituras e claro que ainda continua operando milagres. Assim como acredito na ciência, e que o mesmo Deus é quem capacita os homens com força, sabedoria, paciência, conhecimento, para que busquem uma possível cura para esta doença, e tantos outros meios já avançados da medicina que ajudam na melhoria de algumas das doenças já existentes. Digo isto, pois eu ouvi em algum lugar, alguém fazendo com que as pessoas ensinassem os seus filhos a acreditarem somente na ciência, e dizendo que ser dependente emocionalmente de Deus era totalmente errado , eu discordo deste pensamento, o amor de Deus é tão importante quanto ter conhecimento, e ser sábio é saber discernir. Se compararmos a Dependência Emocional com o amor ágape, o amor do tipo de Deus, podemos perceber com clareza a diferença entre a dependência e amor.

Amor Ágape

É derramado pelo Espírito Santo em nossos corações

É paciente e benigno, Não arde em ciúmes

Não se ufana, não se ensoberbece

Não se conduz inconvenientemente

Não procura seus próprios interesses

Não se exaspera (irrita)

Não se ressente do mal

Não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade

Tudo sofre, Tudo crê

Tudo espera, Tudo suporta

Dependência emocional

Surge a partir de carências emocionais não tratadas

É extremamente impaciente e pode prejudicar as pessoas envolvidas

Preocupa-se com aparências e necessita ostentar a todos que há uma intimidade e familiaridade, necessita marcar território

Necessita de recompensas e está sempre esperando por elas, caso não aconteça pode cobrá-las.

Não reconhece limites, podendo deixar terceiros constrangidos em sua presença.

Irrita-se com facilidade.

Não se preocupa se outras pessoas estão sendo prejudicadas por causa de sua dependência, tem forte tendência à manipulação, não consegue enxergar a si mesmo, a outras pessoas e circunstâncias de forma realista.

É desconfiado

É imediatista

Não aceita ser contrariado, o que pode levar a pessoa a cometer suicídio ou mesmo assassinato.

Quando compreendemos o verdadeiro amor, tudo que é falso amor em nossas vidas é desmascarado. Enfim, o Amor e a dependência emocional de Deus é algo que transforma, traz paz, paciência, sabedoria, mansidão e precisamos disto em tempos difíceis não é? Ter fé não é nenhum pecado! Depender de um Amor que é capaz de transformar vidas, curar, salvar não é nenhum pecado é? Pelo contrário é um bem para vida. Mas, os meus filhos terão o livre árbitro para escolherem em que e o que acreditarem, mas, devo contar a eles sobre o AMOR e sobre a maior prova de amor e única que nos foi dada.

O Amor deve ser compartilhado sempre. A vida nos ensina muita coisa, e ela tem feito isto surpreendentemente, quanto mais o tempo passa, mas nós queremos correr, andar, respirar, tocar, abraçar, gritar ! Nós descobrirmos o quanto amamos às pessoas , a vida e o lugarzinho que vivemos, o quanto sentimos falta de viver ! De poder caminhar tranquilos, e respirar sem medo, de sentir o sol, as gotas pesadas da chuva, sentimos falta do vento soprando as árvores, as folhas caindo, de ler um livro em algum lugarzinho. Sentimos falta daquele toque das mãos, do abraço apertado, do beijo e de tudo que fazia parte da nossa rotina. A vida é um presente!! Ficar em casa tem sido tão ruim porque, só agora descobrimos o quanto amamos á nossa vida.

Por isto eu com toda certeza digo que é importante ter fé e acreditar que vamos vencer está batalha, vamos enviar mensagens de força e toda positividade para os médicos, cientistas, enfermeiros, e todos aqueles que estão na linha de frente lutando pela vida de todos nós e colocando suas vidas em risco . Eu oro sim por eles, e pelas vidas hospitalizadas, pelas famílias que perderam seus entes queridos ou que estão passando por isso. Que sejamos resilientes agora, e possamos sair desta melhores. Compartilhe Amor sempre. Seja gentil sempre e o mundo será melhor.

“Enquanto houver vida, há esperança ”