DESCONECTAR PARA CONECTAR

DESCONECTE-SE !

Por que na era da globalização, desconectar-se da rotina e especialmente do trabalho parece uma tarefa impossível? Porque estamos sempre conectados, envolvidos com o trabalho e encontrar um tempo livre neste espaço de tempo, parece ser irrelevante. Irrelevante no sentido de que não dedicamos muito tempo a pensar de forma explícita nisso. E quando dispomos deste tempo livre ainda nos encontramos conectados nas redes sociais, quando a nossa mente e corpo deveria estar conectado a tudo aquilo que nos traz a sensação de “paz” de “descanso”.

É claro que compreendemos que a tecnologia é uma janela ampla para o nosso conhecimento, e um meio de comunicação através das redes sociais. E como consequência, perdemos a conexão com tudo que está ao nosso redor. É mais provável que você converse com amigos pelas redes sociais do que marcar um encontro, como fazíamos anteriormente quando nada disto existia. Então podemos compreender que estar conectado praticamente em todo o seu tempo, faz com que você perca momentos, e as coisas boas da vida. Viver é bom, e existem maneiras de estar conectado sem precisar de um computador, celular ou tablet, e essa maneira é vivendo da melhor maneira possível.

Quando nos agarramos muito ao trabalho, sabotamos a nossa vida por causa dessa obsessão. Eu falo muito sobre mente e corpo, e mais uma vez eu digo como isto está ligado, pois quando a mente se encontra em um estado de “exaustão” ela se torna menos eficiente e o rendimento será menor. O que eu quero dizer é, quanto mais trabalhamos, menos resultados obtemos e isso nos gera uma frustração, e como consequência o nível de estresse aumenta e o resultado é a “ansiedade”. E tudo isso se reflete para o nosso corpo, a sensação de cansaço, dores, angústia e etc. Ou seja se você não cuida da sua saúde mental isso afetará seriamente a saúde do seu corpo.

Quando não conseguimos encontrar tranquilidade dentro de nós mesmos, de nada serve procurá-la noutro lugar.”–François de la Rochefoucauld–

Porém, é importante se desconectar não só do trabalho, desconectar de tudo aquilo que traz más energias, que deixa tudo mais pesado, carregado, e isto também tem muito haver com pessoas. É muito importante você priorizar sua saúde tanto física quanto a emocional. E o emocional também está ligado com as pessoas que você convive, pois de certa forma você permite que elas controlem tudo o que sente. Então é importante desconectar de pessoas que te prejudicam emocionalmente, e se conectar com aqueles que se importam com seu bem-estar, que te traz boas energias de verdade.

Desconectar-se das novas tecnologias

As novas tecnologias potencializaram e melhoraram a nossa comunicação e o fluxo de informação, mas também contribuíram para deteriorar a nossa qualidade de vida e a nossa saúde Esta é a conclusão a que chegaram muitos estudos realizados em áreas como a medicina e a psicologia. Como eu disse a tecnologia não é ruim, mas de certa forma ela nos torna como escravos, como se dependêssemos dela para tudo. As novas tecnologias, e em particular as redes sociais virtuais, são absorvedoras e dificultam a tarefa de estabelecer limites entre o pessoal e o profissional. 

Dicas para nos desconectarmos

  • Rir e se divertir ao máximo deve ficar no topo das tarefas a realizar. É sempre bom passar um tempo com as pessoas que amamos e até mesmo fazer novas amizades, sair e se divertir, isso nos traz bons sentimentos e uma sensação verdadeira de “estar em paz”, “estar feliz”.
  • Leia, não digo isso só porque amo ler , mas por experiência própria eu digo que ler é como uma calmaria, li uma vez em algum lugar “livros são como um hospital para as mentes”, e isso faz todo sentido claro quando você faz boas escolhas na hora de ler então, escolha bons livros !. Livros são como uma janela para o mundo.
  • Viaje, conheça lugares novos, se conecte com a natureza, com tudo que é belo e natural, passe a observar as coisas simples e que dão cor, sentido para a nossa vida. A natureza também traz “paz”, descanso e alivio para alma, mente e corpo. Então conecte-se com tudo que transmita boas energias, e te traz vida. Você já deve ter ouvido falar de Diogo Guerreiro, para quem não sabe, Diogo é um atleta que viajou o mundo, foi o capitão mais jovem do Brasil a dar a volta no planeta de veleiro. Também é íntimo da costa brasileira: fez a travessia do Chuí ao Oiapoque de windsurf. Estão entre suas aventuras mais recentes cruzar o estreito de Magalhães a bordo de sua prancha e atravessar a Groenlândia a pé. Em uma de suas entrevistas ele diz;

Eu sou um aventureiro profissional. Vivo fazendo aventuras e gravando programa de televisão. As minhas aventuras são para lugares meio remotos, em que a gente desconecta do mundo e fica totalmente focado no presente. Não existe superficialidade. O fato de desconectar faz com que a gente se reconecte com nós mesmos, comece a dar atenção para o que realmente importa. Na sociedade a gente é muito solitário, nosso tempo tá sempre consumido por alguma coisa. Ou a gente tá falando com alguém, ou tá no Instagram, ou tá mandando mensagem. Muito pouco tempo a gente se permite a reflexão pura. Essa abundância de informação faz a gente perder um pouco essa conexão íntima com nós mesmos. Quando a gente faz uma jornada dessas, como a última que fiz à Groenlândia, 26 dias a pé, com um trenó com tudo que eu precisava, barraca, comida, foi uma oportunidade fantástica de pensar sobre a própria vida, reavaliar os valores.

Eu torno a dizer, conecte-se com as coisas mais belas da vida, que o resultado sem dúvidas será muito benéfico para sua vida, realmente muito positivo. Então desconecte-se para se conectar consigo mesmo.

  • Para podermos desfrutar melhor do nosso tempo livre, o ideal é não andar com dispositivos móveis como o celular e o computador, pois eles estragam tudo. Quando a mente se desvincula da pressão e do excesso de trabalho ela pode criar livremente. Adicionalmente, é também neste momento que temos ideias mais claras e uma maior tranquilidade para resolver qualquer problema.
  • ARTE ! é só uma dica, mas se você aprecia a arte, procure se conectar à ela, através da arteterapia, musicoterapia é uma forma de se reconectar. ARTE É CURA !! 🙂

Enfim, esse foi o post de hoje, DESCONECTAR PARA CONECTAR ! pois vivemos sempre ansiosos, estressados, nossa mente se encontra exausta e tudo que precisamos é de “paz” e “descanso”. Nossa alma deseja isto, nosso corpo , nossa mente pede isto, então por que não atender nossas necessidades e cuidar de nós mesmos? Devemos nos priorizar se quisermos viver bem ! então se dê essa atenção, e cuide de si mesmo. SE AME ! 🙂

ABRACE SUAS TRANSFORMAÇÕES

“Mas eu mudei. Eu precisava mudar.” Clarice Lispector

“Mudei muito, e não preciso que acreditem na minha mudança para que eu tenha mudado.” Caio Fernando Abreu


“Quando acordei hoje de manhã, eu sabia quem eu era, mas acho que já mudei muitas vezes desde então.” Alice no país das maravilhas: Lewis Carroll

“Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.”
Fernando Pessoa

Mudar? Sim, abrace suas transformações, suas mudanças, porque mudar positivamente, não é e nunca foi ruim. Há 1 ano atrás eu estava em uma fase da minha vida onde eu buscava um reencontro, me redescobrir como pessoa , e foram exatamente às mudanças que fizeram parte desse reencontro, tive que sair em busca da minha melhor versão. As mudanças fazem parte de um processo de crescimento, de um desenvolvimento pessoal, em todas as áreas da nossa vida. Hoje quando olho para mim eu sou grata pelas mudanças, pois me fizeram um ser humano muito melhor.

Nós pedimos um mundo melhor, queremos e desejamos mudanças, em nossas vidas e no mundo em que vivemos, mas nos esquecemos que a mudança vem e começa dentro de nós, se somos melhores como pessoas, a consequência disto é “ser alguém melhor para o mundo ” para as pessoas que vivem ao teu redor. E que mudanças são essas? ser gentil, ser empático, ser grato, ser solidário e etc. Quando você se coloca no lugar das pessoas, o que você sente muda, sua forma de agir muda e seus pensamentos mudam. Aonde eu quero chegar com isto? eu só quero passar a seguinte mensagem, quando você decide ser luz, consequentemente você está salvando vidas e gerando amor, empatia, gentileza, respeito e todos os sentimentos bons e eu acho que é disto que o mundo precisa.

Mudar é uma das minhas palavras favoritas, quando eu mudei a minha vida mudou para melhor, e mudar também está ligado ao que já falamos aqui, “zona de conforto” “conforto ou confronto?”, você quer um emprego melhor, ganhar bem, mas não quer sair da sua zona de conforto porque isso exige confronto!. Você terá que confrontar seus medos e seu maior adversário que é você mesmo, e confrontar está ligado à “mudanças”, de atitudes, pensamentos, forma de viver e enfim consequentemente à vida passará a mudar também. A mudança lembrando começa internamente, alguém aqui com certeza já deve ter escutado aquela música do ”Raul Seixas” “Metamorfose Ambulante”, e o que é metamorfose?


Metamorfose é uma palavra com origem no grego antigo, “metamórphosis”, cujo significado é transformação. Originalmente ela foi formada pelo prefixo “meta” (mudar) e “morfón” (forma). O sentido genérico de metamorfose é mudançatransformação de um ser em outrode uma forma em outra. Podemos aplicar a palavra quando nos referimos a uma mudança súbita de caráter ou aparência de uma pessoa. Pode ser alusivo tanto à transformação física quanto à moral. Em Biologia, o termo metamorfose é aplicado aos animais que mudam de forma durante a vida, principalmente insetos e anfíbios. (Borboletas)

Metamorfose ambulante Raul Seixas, um dos mais respeitados músicos brasileiros, compôs e gravou a música “Metamorfose ambulante”, em 1973. A música, que é sucesso até os dias de hoje, mostra a irreverência com relação à sociedade e a afirmação de ser uma pessoa em constante estado de mutação, podendo assim pensar mais livremente.

É isso devemos mudar constantemente, ser uma construção diária, abrir nossas mentes, sair em busca de conhecimento, nos desenvolvermos como pessoa, como ser humano, não parar na busca da nossa melhor versão e principalmente ser grato pelas mudanças que são mais do que necessárias para nossa vida. Não é errado mudar de opinião, mudar sua forma de pensar, errado é você estacionarestacionar “tudo” viver parado no tempo e perder a “vida”. Abrace suas transformações e continue não pare, leve isso para o mundo para que ele possa mudar também, compartilhe suas experiências, ajude, seja gentil consigo mesmo e com as pessoas, Seja Luz, Seja Amor.

E eu termino o post de hoje com essa mensagem ABRACE SUAS TRANSFORMAÇÕES e como disse Raul Seixas ” PREFIRO SER ESSA METAMORFOSE AMBULANTE, DO QUE TER AQUELA VELHA OPINIÃO FORMADA SOBRE TUDO”.

CICATRIZES !

Houve uma vez em que eu estava passando por um momento tão complicado na minha vida , e me peguei pensando se eu sobreviria aquela situação, se haveria forças para me levantar outra vez. Foi então que visualizei um vídeo do Pastor muito conhecido, Deive Leonardo, no vídeo ele falava sobre as cicatrizes e explicava, que uma vez que você foi ferido em um determinado lugar, dificilmente você seria novamente ferido naquele mesmo lugar. Pois após o processo de cicatrização a nossa pele normalmente fica mais rígida, as marcam, as ataduras servem para nos lembrar sobrevivemos aquele acidente, fomos fortes o suficiente para superar as dores.

Durante e depois do vídeo eu chorei feito criança exatamente quando se machuca, que ironia, mas eu compreendi aquele processo todo que eu estava passando e olhei para as marcas que eu já obtinha e naquele momento eu soube que eu sobreviria. Mas sobreviver não é fácil, “a dor precisa ser sentida”, tem que doer, é o processo da cicatrização, mas para cada processo existe um tempo, e as vezes nós nos prendemos a dor de uma forma que dificulta estes processos, é irônico mas por um momento até parece que gostamos da “dor” da “tristeza”, mas a verdade é que só para de doer quando aceitamos a passar para a próxima fase, o “SEGUIR EM FRENTE, E ENFRENTE “.

Dar um passo e aos poucos aquela ferida vai cicatrizando e você já nem lembra mais da dor, mas lembra o quanto foi forte. Deixar cicatrizar, é o que eu quero dizer, quando você deixa as feridas te transformarem. E por que dificilmente será ferido novamente no mesmo lugar? Porque a dor ensina, o sofrimento ensina, a ser forte, corajoso, resiliente, resistente e inteligente. Sim você adquire conhecimento e sabedoria o que nos torna maduros, e quando vier uma próxima tempestade com sabedoria você vai ter todo o cuidado para não se afogar, não se machucar, não se ferir e assim você sobrevive outra vez, e outra vez e outra vez. Mas e se eu me ferir outra vez? você vai chorar, vai doer, mas olhe para as outras cicatrizes, não dedique seu tempo pensando no quanto dói, olhe para elas e faça o que você fez antes “deixe cicatrizar” e siga em frente e enfrente. Somos feitos de cicatrizes e isso não é ruim, frustrações fazem parte da vida, é claro e obvio que ninguém gosta de sofrer, mas quando usamos o sofrimento e transformamos ele em crescimento, nós nos tornamos em pessoas melhores, o que nos ajuda até mesmo a evitar aborrecimentos, decepções e a própria dor.

A nossa vida é como um barco, vai haver dias de tempestades, e vamos ter que lutar para que esse barco”vida” não afunde, e como todo barco ou navio ele vai ter suas marcas, as cicatrizes para lembrar de quantas tempestades ele teve que enfrentar e sobreviveu, assim como existem as tempestades existe os dias de “sol” de “paz”, o mar vai estar calmo. E nestes dias é bom se lembrar de viver a vida, cada segundo dela, e da melhor maneira possível, viva seus sonhos, ame o quanto puder amar, seja feliz pois a felicidade não é um troféu a ser conquistado, a felicidade nos acompanha todos os dias, ela é o caminho. Viva bem ! Ame suas cicatrizes, ame a sua vida e por favor não desista !

Antes de ir eu quero deixar aqui um texto, um poema e que você absorva cada palavra que foi dita hoje aqui, e lembre-se que as cicatrizes nada mais é do que um processo de transformação da melhor versão de si mesmo. 🙂

EU SOU FEITA DE CICATRIZES !

Eu amo minhas cicatrizes. Elas formam minha casca. Minha casa.

Não que eu habite nelas, mas elas me lembram do quarto escuro que já me escondi, dos gritos no travesseiro.

Toda vez que as vejo, lembro de como eu achava que ia morrer. E principalmente, de como eu estou aqui bem viva.

Cicatrizes são minhas, apenas minhas. Isso me faz ser única. Ter dores que só eu senti e curas também.

O poder que elas têm me fazem inabalável e grata. Afinal, eu não estou aqui escrevendo sobre sofrimento e sim sobre crescimento.

E existe crescimento sem dor?

Todas as vezes que erro uma cicatriz se forma. O erro não é para sempre. Eu não sou um erro. Mas a cicatriz, fica lá. Diminui com o tempo, mas fica lá.

Se quiser vê-las, tudo bem. Mas não aponte o dedo. Eu não deixo que ninguém me diga que eu devo me arrepender do que vivi. Caso contrário, vou me arrepender de quem eu sou. E disso eu não me arrependo.

Cicatrizes me fazem. E você, é feito de que?

RESILIÊNCIA

O que é resiliência?

É um termo originário da física. Está relacionado com a propriedade que alguns corpos apresentam de retornar à forma original após terem sido submetidos a uma deformação elástica.

Resiliência está relacionada à nossa realidade, nossa vida. A psicologia explica ela como, a capacidade de o indivíduo lidar com problemas, adaptar-se a mudanças, superar obstáculos ou resistir à pressão de situações adversas (choque, estresse, algum tipo de trauma) – sem entrar em surto psicológico, emocional ou físico, e assim encontrando a melhor forma de lidar com adversidades, com os problemas, buscando soluções e a superação.

Falar sobre isto hoje é importante, pois vejo pessoas “tatuando ” resiliência em seus corpos, postagens nas redes sociais com a palavra gigante “SEJA RESILIENTE” “RESILIÊNCIA ” por que é uma palavra bonita? por que todo mundo diz? por que parece “forte”?, não sei por qual razão, mas o que eu sei é que a maioria não faz ideia do que significa ser resiliente de verdade. Por isso estou aqui escrevendo, para mostrar que mais que uma palavra, resiliência é um ensinamento, um caminho para o crescimento pessoal e em todas as áreas da nossa vida.

Como em todos os meus posts, eu particularmente uso a psicologia para explicar de uma maneira mais profunda sobre cada assunto. Então com base no que estudei, cheguei a uma referência do Psicólogo Robert Brooks. Para ele pessoas resilientes têm maior senso de controle sobre suas vidas, tornando-as mais dispostas a assumir riscos. Devido à sua visão otimista, elas são mais propensas a desenvolver e manter relações positivas com os outros, além de viverem vidas mais significativas. Então de primeira impressão parece que ser resiliente não é tão fácil quanto parece, pois existe uma diferença entre “ser” e “dizer”. Você perdeu alguém que amava para um câncer, como superar e manter as emoções positivas? perdeu o emprego e está em uma situação complicada financeiramente, como não perder a esperança? Como seguir em frente ?. A resiliência está relacionada a isto, as experiências de cada indivíduo e são exatamente estas experiências e diferenças que nos ajudam a lidar de forma positiva com os problemas do dia a dia, seja quaisquer situação que estivermos enfrentando. E é esta positividade que nos ajuda a lidar com o stress no presente, no futuro, assim impedindo um desenvolvimento de um transtorno mental.

COMO SER RESILIENTE ?

Cada um de nós temos uma maneira de gerenciar nosso estresse, existem diferentes estratégias que podem nos levar a essa sensação de resiliência. Até mesmo, nossas crenças espirituais e contextos culturais também é uma forma de desenvolver a resiliência, pois ela nada mais é que uma característica que pode ser desenvolvida por qualquer um de nós, basta então passar do “Dizer” para o “Ser”, e realizar estas estratégias.

Aprenda lições

“Quando você tem uma experiência negativa, concentre-se nas lições positivas que você pode aprender com isso”, diz Ani Kalayjian, psicóloga na cidade de Nova York. Quando surge uma situação difícil, não se concentre em quem é culpado. Deixe de perguntar “Por que eu?” Deixe de lado o papel de vítima. Pergunte-se o que você poderia fazer diferente na próxima vez para obter um resultado melhor.

Tenha atitude positiva

Pense sobre o que você pode fazer para melhorar sua situação e depois faça isso. “As pessoas resilientes trabalham na resolução de um problema ao invés de se deixarem paralisadas pela negatividade”, diz Brooks. 

Mantenha-se conectado

Nutra seus relacionamentos com amigos e familiares. Quando você estiver passando por um momento difícil, não se afaste de outras pessoas. Aceite a ajuda daqueles que se preocupam com você. 

Libere a tensão

  • Escreva em um diário;
  • Desenhe; (ARTE É CURA LEMBRA DISTO? 🙂 )
  • Medite;
  • Dance, cante, toque etc ;
  • Faça terapia.

Aprenda hábitos saudáveis

  • Exercite-se regularmente;
  • Mantenha uma dieta balanceada;
  • Leia um livro;
  • Reserve um tempo para descansar;

As pessoas que ficam fisicamente fortes tendem a ser emocionalmente mais resistentes.

Ler é uma ótima maneira de relaxar, estimula a criatividade, ameniza as situações de estresse e aumenta a resiliência

Acredite em si mesmo

Fique orgulhoso de suas habilidades e do que você fez. Reconheça suas forças pessoais. Acreditar em si mesmo é extremamente importante, não somente para aumentar a confiança e autoestima como para alcançar o sucesso.

Sorria

Mantenha seu senso de humor mesmo diante tempos difíceis. O riso alivia o estresse e ajuda você a controlar as coisas. Quem sorri vive mais tempo e parece mais jovem. Sorrir aumenta a longevidade, contribui para manter o sistema imunológico forte, reduz a pressão arterial e ajuda o corpo a relaxar.  Nossas expressões faciais fazem mais do que apenas comunicar nosso humor, elas tem a habilidade de influenciar nosso humor como um todo. As emoções podem ser geradas no cérebro, mas os músculos faciais reforçam e transformam essas emoções.

Seja otimista

Uma perspectiva positiva e esperançosa tornará você muito mais resiliente. Lembre-se de que muitos dos problemas que você enfrentará na vida são temporários e que você superou os constrangimentos no passado.

  • Seja flexível e perceba que a mudança é parte da vida;
  • Faça planos realistas;
  • Mantenha uma atitude positiva;
  • Mantenha canais de comunicação abertos entre você e outras pessoas;
  • Lembre-se de estratégias que o ajudaram a lidar com momentos difíceis no passado;
  • Seja consciente dos métodos de autodescoberta;
  • Desenvolva o hábito de escrever para registrar seus sentimentos;
  • Encontre novas maneiras de gerenciar o estresse e os impulsos;
  • Estabeleça conexões importantes;
  • Seja decisivo;
  • Use técnicas de visualização criativa

Bom por hoje eu paro por aqui, mas eu espero que essa “palavra” que é muito mais que uma só palavra, ganhe realmente um significado na vida de vocês, ganhe força e seja um começo de um desenvolvimento pessoal, profissional, espiritual. Enfim que vocês aprendam a serem resilientes em todas as adversidades da vida, que floresçam em meio ao caos, usando cada dificuldade ou situação como um degrau para o sucesso. Que não percam sua forma original(sua essência) ao passarem pelos processos dolorosos da vida, sejam fortes e corajosos e resilientes. 🙂

ARTE É CURA !

Creio sim nas cores e na sensibilidade humana de romper seus desabores. Sendo assim sempre acreditei na arte como ferramenta e plataforma de transformação, de vida e superação. (Ricardo V. Barradas)

Amemos a música como uma bela arte e como uma grande terapia para alma. (Adelmar Marques Marinho)

A finalidade da arte é, simplesmente, criar um estudo da alma. (Oscar Wilde)

Quem me acompanha desde o começo deste blog sabe que meus textos sempre são relacionados a saúde emocional, e é em torno disto que gosto de escreve. Depois de experiências próprias, de tudo que li e estudei sobre a nossa saúde mental, está mais do que claro que para viver bem, mesmo nos altos e baixos da vida é essencial manter o nosso emocional equilibrado.

Lembra do post anterior sobre as doenças psicossomáticas? Psicossomático vem da junção de duas palavras de origem grega, psique, que significa alma, e soma, que significa corpo, ou seja, uma doença psicossomática é aquela que tem origem na alma e no psicológico, gerando consequências também físicas no corpo. E é por isso que cada vez mais tenho estudado sobre nosso emocional, tentando encontrar formas de ajudar as pessoas a se curarem. E é exatamente isto que a psicologia e psiquiatria faz, avaliam, estudam até encontrarem meios para cura de algumas destas doenças que afetam nossa saúde em geral.

Depois de tudo que li nestes dias, fazendo pesquisas e lendo alguns depoimentos, eu cheguei em um documentário de um famoso ator “Jim Carrey”, pra quem não sabe, o ator sofreu de depressão. No documentário de 6 minutos ele fala sobre como a Arte o salva da depressão, a doença, que atinge 350 milhões de pessoas no mundo segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), é contornada por meio dos pincéis e das cores do astro do cinema.

Em um trecho do vídeo ele diz, Eu acho que o que faz alguém ser um artista é que eles fazem modelos de sua vida interior, “Eles fazem algo entrar em seu ser físico que é inspirado por suas emoções ou suas necessidades ou o que sentem que o público precisa”. É tão claro o que ele quer dizer, e como a arte o curou que nenhuma outra definição ficou mais clara para mim, para deixar tudo mais claro, ele ainda afirma, “eu não sei o que a pintura me ensina, mas sei que me liberta. Me liberta do futuro, me liberta do passado, me liberta do arrependimento, me liberta da preocupação. Recentemente, o ator afirmou ao I News que a essa altura não tem mais depressão, pois agora sente que “a chuva chega, chove, mas não permanece”, conforme suas próprias palavras.

Para mim foi uma alegria imensa, e confesso que me emocionei e não só por ser uma fã, mas por poder ver mais um ser nesse mundo vencendo uma doença que vem crescendo tanto, isso é uma vitória. O vídeo já ultrapassou 5 milhões de visualizações e tem apenas seis minutos, de uma forma sensível ele conseguiu passar para as pessoas como a arte pode ser um instrumento de cura, anestesiando as dores causadas pela depressão. Agora vamos abordar um pouco mais sobre estas artes, começando pela;

ARTETERAPIA;

As artes, como toda expressão não verbal, favorecem a exploração, expressão e comunicação de aspectos dos quais não somos conscientes. Neste sentido, o trabalho com as emoções através da arteterapia melhora a qualidade das relações humanas porque se centra no fator emocional, essencial em todo ser humano, nos ajudando a ser mais conscientes de aspectos obscuros, e facilitando deste modo o desenvolvimento da pessoa (Duncan, 2007).

A arteterapia pode ser definida como uma disciplina com especificidades e limites concretos. É uma ajuda – terapia para alguns – que utiliza as artes plásticas como meio para recuperar ou melhorar a saúde mental, o bem-estar emocional e social da pessoa. Os objetivos da arteterapia são os mesmos dos da psicoterapia. Esta ajuda foca a arte como forma de comunicação, deste modo, ajuda a expressar e comunicar sentimentos, facilitando a reflexão, a comunicação, e permitindo as mudanças necessárias no comportamento.

As artes que são utilizadas na terapia psicológica

As artes visuais são as utilizadas na terapia. Falamos de pintura, barro, colagem, artes cênicas como a atuação, contos, teatro da lembrança, jogos de função, marionetes. Com a música se utiliza o ritmo, sons, voz, instrumentos, e na escrita podem ser utilizados diferentes gêneros. A arteterapia é uma forma de dizer a verdade brincando com o simbólico. As experiências na criação podem representar atos de agressividade, abandonos, perdas, sentimentos, e o fazem de forma indireta, sem uma intencionalidade (Bassols, 2006).

Trabalhar com as emoções na arteterapia

As emoções têm uma importância fundamental no desenvolvimento e nas experiências humanas. Na arteterapia, o trabalho com as artes ajuda no desenvolvimento pessoal e emocional. Normalmente, quando nos expressamos emocionalmente, usamos gestos, metáforas, tons de voz para que a nossa comunicação seja melhor, e também compreendida.

O que eu quero dizer é que só as palavras sozinhas sem a emoção são praticamente apenas “palavras”, quando colocamos a emoção, os gestos, a voz, a imagem e etc, isto nos ajuda a nos expressarmos, isso claro quando as palavras são coerentes com as emoções. As artes, como toda expressão não verbal, favorecem a exploração, expressão e comunicação de aspectos dos quais não somos conscientes. A arteterapia tem feito isso, trabalhado com as emoções para se obter uma melhora nas relações.

Benefícios da psicoterapia da arte;

1. Expressão dos sentimentos que são difíceis de verbalizar: Às vezes é difícil expressar aquilo que sentimos ou aquilo que pensamos,a arteterapia, por ser uma ferramenta que utiliza e desenvolve a expressão, pode ajudar a dar forma a aqueles pensamentos e sentimentos que demoram a sair

2. Exploração da imaginação e da criatividade: Utilizar este tipo de terapia faz com que a pessoa potencialize sua capacidade para poder criar e imaginar.

3. Melhora a autoestima e a confiança: Provar para nós mesmos que podemos recomeçar, nos recriamos, nos leva a conseguir uma maior estabilidade emocional e isso nos traz segurança e confiança.

4. Aumento da capacidade de comunicação; A utilização da arte para se expressar, faz com que nos comuniquemos melhor tanto nas relações com as pessoas e também com nós mesmos, existe esta conexão entre as duas coisas.

5. A arte diminui os níveis de estresse e de ansiedade; Sem dúvidas alguma, as realizações relacionadas com a arte que nada mais é do que a criatividade, reduz o nível de estresse e ansiedade.

6. Motiva o exercício do pensamento e ajuda a refletir; Refletir é algo maravilhoso, e a arte em si te faz refletir e ao mesmo tempo te traz a sensação de paz de equilíbrio.

7. Melhora a concentração, a atenção e a memória; Para nossa vida diária é importante aprender a se concentrar. Ter uma boa capacidade de concentração nos ajuda enormemente a sermos mais efetivos na hora de realizar qualquer tarefa. As vantagens de ter uma boa concentração são muitas: aumenta nossa memória, nossa efetividade na tomada de decisões, nossa precisão e nossa agilidade no desafio que tivermos em mãos.

Existem outros tratamentos terapêuticos por meio da arte que facilitam este processo de cura assim como a arteterapia também temos;

Musicoterapia: Em particular, a terapia musical é mais eficaz no tratamento de controle da ansiedade e também pode ajudar a recuperar o equilíbrio emocional das pessoas, curando a depressão.

Teatro e dança: Por meio do movimento, a mente e o corpo devem trabalhar em sintonia e de forma criativa.Assim, o estresse e a ansiedade podem ser aliviados e outros benefícios para a saúde também podem ser alcançados.

Escrita expressiva: As pessoas que escrevem sobre as suas próprias experiências traumáticas apresentam melhorias significativas na saúde física e mental. A escrita expressiva tem o poder de atuar em vários níveis emocionais, sociais e biológicos, gerando resultados positivos aos tratamentos de raiva, depressão, ansiedade, Alzheimer e et. Ou seja: escrever sobre experiências perturbadoras produz melhorias a longo prazo no humor e na saúde e, assim como a musicoterapia, pode até servir como método de controle sobre a dor.

Eu queria poder continuar, mas hoje eu paro por aqui, mas por experiência própria eu digo que a arte também mudou a minha vida, e claro que tudo começou com a “escrita”, mas a música, a leitura, as poesias e os poemas foram instrumentos de cura essenciais para história da minha vida. Hoje é como se fizessem parte de mim. Pela manhã eu leio alguns poemas e poesias e exatamente hoje, eu li uma poesia e fez todo sentido para mim e é com ela que eu termino o posto de hoje, diz assim;

Antes de uma criança começar a falar, ela canta.

Antes de escrever, ela desenha.

No momento que consegue ficar de pé, ela dança.

Arte é fundamental para expressão humana. (Phylicia Rashad)

DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS !

Você já ouviu falar em doença psicossomática? Provavelmente sim, mas talvez nunca tenha se dado conta do que realmente isso representa. Eu já abordei este assunto alguns meses atrás quando escrevi sobre a saúde mental, e também sobre a “ansiedade”, que nada mais é que uma das doenças psicossomáticas. Hoje eu quero aprofundar um pouco mais sobre este assunto, que se trata de uma realidade que vivemos, então precisamos ter conhecimento sobre isso para poder ajudar a nós mesmos e ao nosso próximo. Vamos começar entendendo a origem desse termo “psicossomático” para desenhar nosso entendimento sobre essa doença.

Psicossomático vem da junção de duas palavras de origem grega, psique, que significa alma, e soma, que significa corpo, ou seja, uma doença psicossomática é aquela que tem origem na alma e no psicológico, gerando consequências também físicas no corpo. Acho que não é preciso ser um psicólogo para compreender que nossa alma, nossa mente está totalmente conectada, ligada ao nosso corpo. Por isso eu falo tanto sobre sentimentos, sobre emoções, pois em minha opinião nós somos resultados do que sentimos, pensamos, somos alma antes de ser um corpo. E por isso também os fatores do dia a dia tem tudo haver com essas doenças.

Quando passamos por alguma situação, uma dificuldade seja em qualquer área na nossa vida, nos sentimos preocupados, o que nos leva ao estado de ansiedade. Então, quando você apresenta algum desequilíbrio no seu estado emocional, de sentimentos e pensamentos, independente da origem ou do tipo de trauma ocorrido, e esse acúmulo de fatores interfere causando dores e problemas físicos, muito provavelmente você está sofrendo de uma doença psicossomática.

COMO CONFIRMAR SE ESTOU TENDO UMA DOENÇA PSICOSSOMÁTICA? Sim, você precisa procurar um especialista, as doenças psicossomáticas apresentam sintomas físicos, mas também poderá apresentar algum tipo de doença orgânica, então é essencial procurar por ajuda médica pois o estresse e a pressão emocional desencadeia em uma intensificação desses sintomas.

QUAL A CAUSA DE UMA DOENÇA PSICOSSOMÁTICA? Como eu disse aqui o que desencadeia estas doenças, são os fatores relacionados a nossa vida, que afeta primeiro a nossa mente, nossa alma assim trazendo um desequilíbrio emocional e prejudicando a nossa saúde tanto física(corpo) como mental(cérebro) que tipo de fatores são esses ?

  • Problemas profissionais: seja por excesso de trabalho ou pela falta dele, em situações de desemprego, o lado profissional mexe muito com o psicológico de todos nós. Além disso, a transição de carreira ou insatisfação com a carreira ou o emprego;
  • Traumas e eventos marcantes: conflitos familiares e traumas de infância, costumam nos deixar mais angustiados, ansiosos e desmotivados com a vida;
  • Violência psicológica: abuso e conflitos amorosos, bullying na escola e violência doméstica;
  • Ansiedade e tristeza: muitas pessoas não controlam esses sentimentos e, geralmente, buscam se isolar e deixam de tentar superar esses problemas.

QUAIS OS SINTOMAS PSICOSSOMÁTICOS?

Sintomas Psicológicos

  • Estresse;
  • Ansiedade;
  • Impaciência;
  • Problemas de concentração.

Sintomas Físicos:

  • Taquicardia;
  • Dores de cabeça frequente;
  • Redução das defesas imunológicas;
  • Queda de cabelo;
  • Insônia;
  • Tensão muscular;

LISTA DE DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS

Há diversos tipos de doenças psicossomáticas e suas manifestações e distúrbios físicos variam de pessoa para pessoa. O mais importante é entender que essas doenças podem afetar a qualquer pessoa, tudo depende do momento psicológico que ela esteja passando.

  • Sistema nervoso: como enxaqueca, dores na vista, dormência, formigamentos e simulação de doenças neurológicas;
  • Pele: irritações, coceira e problemas dermatológicos provocados pelo sistema nervoso;
  • Músculo e articulação: dores, tensão e contraturas;
  • Dor de garganta: inflamação nas amígdalas e sensação de nó, como se a garganta ficasse fechada;
  • Sistema Circulatório: dor no peito, palpitações, pressão arterial alta e sintomas parecidos com os do infarto;
  • Sistema Respiratório: falta de ar e sufocamento;
  • Estômago: dor, queimação, náuseas, gastrites e úlceras gástricas;
  • Intestino: prisão de ventre ou diarréias;
  • Sistema urinário: dor e dificuldade para urinar e doenças urológicas;
  • Dificuldades sexuais: diminuição do desejo sexual, alterações no ciclo menstrual, impotência e dificuldade para engravidar.

COMO SE PROTEGER DOS DISTÚRBIOS PSICOSSOMÁTICOS? Talvez você assim como eu ficou ansioso por essa resposta, eu quis muito escrever sobre isto hoje pois eu convivo com pessoas que sofrem destas mesmas doenças e que se encontram em nível de exaustão emocional fora do comum. E eu sei a agonia e a tortura que é passar por isso, e não saber o que fazer, como é sufocante a dor no peito , o medo de algo que nem você mesmo sabe dizer o que é. Está é a geração das doenças psicossomáticas, se você fizer uma pesquisa de como está o índice de crescimento da doença, vai ver que só em nosso país o índice de pessoas com depressão, ansiedade tem cada vez mais aumentado. A forma que encontrei de poder ajudar foi essa, escrevendo e levando o conhecimento e as experiências de tudo que aprendo durante a trajetória da minha vida. Então vamos as dicas para evitar esses distúrbios emocionais, as dores e as doenças.

  • Pratique o autoconhecimento: reconheça as suas fraquezas e as suas fortalezas para se munir de habilidades e tratar problemas;
  • Inteligência emocional: trabalhar a inteligência emocional vai te dar mais segurança de compreender como você reage diante das mais diversas situações
  • Relacione a sua doença a algo que aconteceu: por exemplo, uma dor na garganta pode ser sintoma de algo que você não disse a alguém e que ficou entalado; (parece estranho, mas é real)
  • Priorize cuidar de você: é comum cuidarmos mais dos outros do que de nós mesmos, isso não tem problema desde que você nunca se esqueça de que você merece também toda essa atenção;
  • Aprenda a perdoar: perdoe a si mesmo e os outros. Carregar no dia a dia rancor ou mágoa só trarão prejuízos a você;
  • Busque ajuda de um especialista: entre tantas dicas é normal ainda não encontrarmos as respostas para lidar sozinho. Então porque não buscar ajuda de um psicólogo ou psiquiatra para reavaliar a sua saúde emocional.

Bom a mensagem que eu desejo passar hoje é essa, priorizem a saúde emocional de vocês. Eu como todo ser humano também enfrento dificuldades e por muitas vezes o meu emocional esteve abalado afetando minha saúde agressivamente. Quando nossa mente está doente, é como se houvessem buracos dentro dela, espaços vazios e é exatamente nesses espaços que as doenças se alojam tomando controle total da nossa mente e corpo e somos escravizados. Então cuidem da alma, da mente, elimine tudo de ruim, pois quando você não elimina algumas coisas da sua vida, essas coisas eliminarão a vida que há em você. CUIDEM-SE ! AME A VIDA QUE HÁ EM VOCÊS 🙂 BEIJOS !

CONFORTO OU CONFRONTO?

Uma etapa nova se inicia em nossas vidas, estamos já há alguns dias neste novo ano, primeiro mês e é natural as pessoas se perguntarem se o ano vai ser bom, consultarem o horóscopo para verem a previsão do ano e enfim as pessoas esperam e desejam mudanças. Mas a resposta está em nós, a mudança começa a partir de nós e isso significa sair da zona de “conforto” para a zona do “confronto”.

Significado de Conforto: Tudo o que constitui o bem-estar material: gostar de viver no conforto.Zona de Conforto. Expressão que indica uma série de situações favoráveis, geralmente relacionadas com estabilidade afetiva, financeira, ou com algo que alguém faz por costume.

Significado de Confrontar: Pôr frente a frente: confrontar adversários. Dividir o mesmo limite com; fazer fronteira com; limitar-se.

Estamos acostumados e gostamos daquilo que nos traz a sensação de conforto, é natural do ser humano, posso te dar um exemplo? eu não gostava de praticar exercícios físicos, mas sabia que precisava perder peso e queria que por um milagre aqueles quilos fossem embora o que eu fazia pra perder eles? comia besteiras, passava a maior parte do tempo sentada, deitada, assistindo filmes.. nada de caminhadas, era minha zona de conforto mas eu ansiava por mudanças. Cheguei em algum resultado ? não, até eu aceitar que precisava me confrontar e mudar minhas atitudes mudar meus hábitos alimentares, praticar exercícios e enfim alcançar os resultados esperado.

É assim que somos, mudar às vezes parece incerto, causa medo e até um obstáculo durante esta caminhada da vida nos fazem querer parar, ou voltar para onde estávamos “zona de conforto”, quando algo errado acontece não significa que você deva parar, desistir, justamente o oposto disso é a vida te chamando para o confronto, para lutar, para prosseguir.

Eu sou uma pessoa particularmente muito conectada com minha vida espiritual, é ela que mantém as outras áreas em equilíbrio na minha vida. Então eu não estou aqui para julgar, eu respeito todas as religiões, mas no meu particular, na minha opinião de acordo com o que eu acredito, no que eu já li, ouvi e aprendi o próprio Jesus não veio para confortar, “Em Mateus 10:34,  Jesus disse: ‘Não penseis que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada’’ O texto não se refere a uma revolução armada ou guerrilha. O seu significado é que a mensagem do Evangelho requer uma tomada de decisão e mudança de vida.

O que eu quero passar com essa mensagem é que existem pessoas procurando ouvir o que querem ouvir, “conforto” vão a igrejas, procuram tarólogos, ciganos, enfim a solução pra que sua vida mude é que você saia da zona de conforto. Quando eu disse que Jesus não veio para confortar, significa que muitas vezes ele vai querer que você reme em direção a tempestade, que você não abandone o seu barco que metaforicamente é a nossa vida, então ele mesmo vai te confrontar para que você lute a favor dos seus sonhos, seus objetivos, e não fique pra sempre estacionado no mesmo lugar.

Eu vejo muito as pessoas esperando em Deus algo que deveriam partir delas, esperando que ele reme a favor do barco, que ele lute, que ele faça que ele mude, quando tudo que ele quer é nos ensinar a ser bons guerreiros, bons condutores, não significa que ele não vá fazer nada por nós, sim ele já faz todos os dias a presença dele é sinal de que nunca vamos estar sós durante esta caminhada.

Nós estamos aqui todos os dias aprendendo algo, e aplicamos em nossas vidas tudo de bom que aprendemos, e talvez este seja o maior tesouro a ser alcançado, durante a caminhada, aprendemos que não somos melhores do que ninguém, que a nossa dor não é maior que a dor do nosso próximo, que todos nós enfrentamos obstáculos nessa vida, perdemos e erramos. Então quando você aprende o que é ser empático e coloca isso em prática a mudança já está acontecendo, quando aprende a ser gentil, honesto, paciente, grato.. enfim as mudanças são favoráveis não só pra você mas para o mundo.

Porque eu acho que é isso que Deus quer na verdade, amor, gentileza, honestidade, paciência, sabedoria, gratidão. E quer nos ensinar isso não da maneira mais fácil, mas dentro do caos que é a nossa vida, fora da nossa zona de conforto. Então existe um processo pra que você se torne uma pessoa melhor, sem passar por cima de ninguém, mas vivendo e aprendendo com os erros, sem esperar nada em troca, sendo grato, e principalmente saindo da “zona de conforto” e “confrontando” seus medos, e seu maior adversário que é você mesmo.

Não estacione quando estiver cansado, pare respire e continue remando lembre-se que nunca estará sozinho. “Não fui eu que ordenei a você? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde andar!” Josue 1;9 🙂 . Vá em frente e enfrente, confronte, mude, que tenho absoluta certeza que terás bons resultados, vai adquirir experiências e amadurecimento, e o resultado não vai ser só material, profissional seja o que for, mas muito mais um crescimento pessoal. 🙂 Enfim espero que tenham gostado, até a próxima meus lindezos ! Beijooooos ❤

O Poder da Literatura

Uma geração dominada pela tecnologia, onde tudo que é moderno atraí mais a atenção, os videos games, os notebooks, os Smartphones e etc.. e eu faço uma pergunta a vocês, quando foi a última vez que leram um livro ? quando foi a última vez que ouviram alguém falar sobre literatura? discutiram sobre um livro? visitaram alguma biblioteca? Se a resposta para estas perguntas servir de termômetro para medirmos como vai a literatura em nossa sociedade. Infelizmente, iremos constatar que temos problemas.

Eu quis abordar hoje sobre este assunto, fugindo um pouco sobre o que costumo escrever, porque ontem foi um dia especial para mim, dia 07 de Janeiro dia do Leitor, e a literatura tem um papel extremamente importante na minha vida. Os livros foram meus companheiros da vida, meus amigos e o mais importante e fundamental o caminho para o meu crescimento, em todas as áreas da vida, a literatura ela não só amplia seu conhecimento sobre as coisas, como também te torna em um ser humano melhor, existem biografias, histórias, poesias, poemas enfim que nos ensinam a viver e a ser melhor.

Eu poderia passar o dia inteiro falando dos benefícios da leitura, e o quanto ela é importante, como estamos perdendo deixando ela para trás, mas para resumir eu vou colocar aqui 3 poderes da literatura, dissertados pelo crítico literário francês Antonie Compagnon;

1 – A literatura deleita e instrui

Esse é um dos poderes mais antigos da leitura. Desde Aristóteles, que dizia que é graças à mimesis (termo traduzido hoje como ficção) que a sociedade se capacita. O filósofo queria revelar que o homem é capaz de aprender muito através da leitura de textos literários de ficção. Ele ainda diz que a imitação é instintiva e nata dos seres humanos e por meio dela o homem adquire as primeiras experiências e deleita-se em seus prazeres.

 2 – A literatura cura e liberta a sociedade

Esse poder designado à literatura tem raízes desde o Iluminismo, no século XVIII, sendo aprofundado como o Romantismo. Nesse sentido, a literatura se ocupa em libertar o sujeito de submissões às autoridades, tanto religiosas quanto políticas. Isso porque, o Iluminismo pregava a liberdade dos indivíduos. Assim, a literatura foi concebida como um instrumento de justiça e de tolerância, características que contribuem para uma certa libertação da sociedade.

3 – A literatura brinca e corrige a linguagem

Quando temos acesso aos textos literários, consequentemente, observaremos um jeito particular de uso da língua e, a partir daí, somos levados a instigar sobre os diversos possíveis usos da linguagem. Para Compagnon, por meio da literatura somos ensinados a não sermos enganados pela língua. Ela nos torna mais inteligentes, ou diferentemente inteligentes.

O que eu desejo hoje é que a literatura ganhe seu espaço no mundo, substitua o tempo que passamos nas redes sociais, nos jogos enfim que ela seja o que veio para ser, uma fonte inesgotável de conhecimento, criando conexões, e nos levando a ser melhores.

Hoje eu leio e escrevo e a escrita sem dúvidas alguma é devido a leitura, e foi como um presente para mim, continuo lendo e continuo incentivando as pessoas a lerem para seus filhos e para si mesmas, porque é o que devemos fazer. Por isso leem, presenteiem um amigo, quem você goste com um livro, repasse essa fonte de conhecimento e incentive o que há de bom nesse mundo ainda e a leitura é uma delas, um tesouro que nos é dado por direito.. então leia ! 🙂

Livros não mudam o mundo,
quem muda o mundo são as pessoas.
Os livros só mudam as pessoas.
(Mario Quintana)

A leitura traz ao homem plenitude, o discurso segurança e a escrita precisão. (Francis Bacon)

RESPONSABILIDADE AFETIVA

Eu poderia escrever umas três páginas só falando sobre este assunto, porque simplesmente e infelizmente retrata o que vivemos hoje, há uma certa dificuldade de se praticar a empatia, pois a responsabilidade afetiva tem muito haver com isto. Se colocar no lugar do outro, entender e compreender que todos nós passamos por conflitos internos e que se não podemos ajudar, complicar ou bagunçar mais isso gera um conflito muito maior, causa sofrimento, dor.

E não é disso que é as pessoas precisam, elas precisam serem amadas verdadeiramente, compreendidas, protegidas, serem ouvidas e é o que elas realmente querem. Mas é tão difícil alguém querer ficar e enfrentar as tempestades junto com você, aceitar que você é rosa mas também é espinhos. É mais fácil e mais prático para o mundo hoje, fugir e partir.

Ser honesto com o que sente não é errado, e responsabilidade afetiva é isso, é ser honesto primeiro consigo mesmo com o que sente, saber o que quer para a si e depois ser honesto com as pessoas com quem se envolve emocionalmente. As vezes passamos por momentos complicados em nossas vidas e tudo que precisamos é de um tempo para reparar as coisas dentro de nós, colocar tudo no lugar e por isso eu falo e escrevo tanto sobre a solitude, porque precisamos de ficar a sós com a nossa própria companhia para descobrir o nosso valor e nos redescobrir como pessoa, mas o que eu vejo é pessoas confundindo esse tempo com a carência e usando as pessoas sem nenhuma responsabilidade e depois descartando-as como se fossem um objeto.

Eu ouço muito das pessoas “não crie expectativas” como se isso fosse errado, quando somos machucados normalmente nós nos fechamos mas a verdade é que ainda temos esperanças e ter esperanças é mais do que bom é maravilhoso pois significa que ainda acreditamos , que os sentimentos vivem e pulsam dentro de nós… e para mim isso é lindo, é um recomeço, porque somos capazes de nos reconstruir.

Então quando alguém entra em nossa vida e nos faz bem, alimenta nossas esperanças, nos faz sorrir, faz do nosso dia “melhor” e com o decorrer dos dias esse alguém faz planos junto com a gente, é normal mesmo nós querermos que dê certo, é normal criarmos expectativas, pois não estamos fazendo isto sozinhos. Existe alguém alimentando elas e quando esse alguém, consegue se alimenta dos seus sentimentos e depois some, ou se afasta aos poucos friamente, nós nos sentimos culpados, procurando motivos, e nos torturamos com perguntas se fizemos ou deixamos de fazer algo. Mas a culpa na verdade é de quem foi desonesto com o que sentia, de quem não foi verdadeiro, de quem usou e quis alimentar o próprio ego, eu sei é triste mas é a realidade as pessoas vivem se culpando, se torturando por causa de outras pessoas que não conseguem serem honestas, administrar seus sentimentos, serem empáticas, é um mundo superficial, repleto de egoísmo.

Isso não serve só para relacionamentos amorosos, as decepções, as frustrações elas fazem parte da nossa vida sabemos disto, nos decepcionamos com amizades, com a família, no trabalho, pessoas se aproximam e logo se afastam porque você deixou de ser alguém importante, porque ganha menos, não é mais popular, porque decidiu seguir um caminho diferente, fez escolhas diferentes… enfim, porque você deixou de ter o que elas queriam, ou porque você não serve mais assim como um objeto. Assim é o ser humano cheio de imperfeições e eu estou aqui também longe de ser perfeita, mas buscando a minha melhor versão tentando ajudar justamente essas pessoas que foram quebradas emocionalmente por diversas e diversas vezes no mesmo lugar por pessoas ” sem responsabilidade afetiva”, desonestas e egoístas.

E Responsabilidade afetiva é querer e se responsabilizar pelo sentimento e pela expectativa que você cria em outro coração. É saber se colocar no lugar do próximo, entender o que ele espera de você, e retribuir porque é o que você também quer. Intenção, intenção, intenção. Responsabilidade afetiva é a ação que você toma a partir da intenção que você tem, é você dar o primeiro passo pensando no que você realmente sente.

Não olhe no fundo dos olhos de alguém se não for para desvendar a sua alma. Não dê um sorriso de graça e cheio de charme para alguém que nutre por você um amor que não é capaz de retribuir. Não crie morada em um coração se você não tem a intenção de viver nele. Seja 100% sincero sobre o que você sente e sobre o que espera do próximo.  Brincar com as emoções dos outros hoje significa ser enganado amanhã. Porque a vida, amigo, é implacável.

Siga e Enfrente !

“Em frente, siga em frente e enfrente. Seja e esteja. Aconteça, mude, apareça e desapareça. Ouça, fale, se lembre de esquecer, faça acontecer. Ultrapasse, seja ultrapassado, fique para trás, mas nunca seja deixado de lado. Ande, não, corra! A vida não doa tempo, nem discernimento, a cada acontecimento, permaneça correndo, seja o movimento…” (Giulia Staar)

E poderia acabar aqui e eu só completar dizendo “Seja sempre sua melhor versão”, mas eu quero aproveitar um pouco mais desse tempinho que para mim é a melhor hora do dia, quando eu posso escrever, colocar aqui tudo que penso e sinto, mesmo sendo em poucos minutos… mas para mim cada minuto é uma eternidade e não que seja ruim mas justamente ao contrário sou eu mesma fazendo o que eu sei fazer de melhor, e dando meu melhor de coração, fazendo o que mais gosto de fazer “escrever”.. e escrever, faz parte do meu “Seguir em frente e Enfrentar”, esse foi meu refúgio nas horas difíceis, pois acredite ou não eu fui uma pessoa totalmente contrária do que sou hoje e por muito tempo me escondi de mim mesma por medo, e seguir em frente nada mais é do que deixar o passado para trás e aprender com ele.

E como todo ser humano tem seus defeitos o meu defeito e também algo que eu tive que lutar muito para mudar foi a teimosia, eu teimei muito antes de seguir, eu quis que as coisas funcionassem do meu jeito, que o que pensava era certo e que minha dor era maior que a de todo mundo. Nesta etapa da minha vida, seguir em frente e enfrentar não era como seguir para uma guerra e enfrentar os inimigos, os adversários, por um determinado tempo tive que me enfrentar e eu fui minha maior adversária.

O ser humano é complicado e por isso eu acho que as pessoas em geral precisam desabafar, falar sobre o que sente, o que pensa, por para fora tudo o que sufoca e trás um desgaste emocional e prejudica a nossa saúde tanto física quanto mental. Algumas pessoas acham que procurar por um psicólogo é desnecessário como se fosse um sinal de fraqueza, mas todo mundo na realidade quer e precisa ser ouvido e ajudado e talvez a carga que todo mundo carrega dentro de si seria ao menos menor, e eu até acredito que haveria um número muito menor de pessoas doentes, mas infelizmente vivemos em um mundo hoje onde a gentileza o amor e todos esses sentimentos bons são sinais de fraqueza é um mundo assustador mas estamos aqui para ser luz e ser amor.

A minha história não é nem de longe a mais bonita, mas eu fui como um vaso e passei por todo o processo de construção e tive que me desfazer e me refazer por diversas vezes até encontrar firmeza em mim mesma. As frustrações fizeram parte dessa minha história e a vida é assim, não existe uma vida sem obstáculos, sem decepções, sem dor, sem perdas, sem erros enfim, mas quando você realmente compreende isso a vida fica um pouco mais fácil, mais leve e você aprende a recomeçar quantas vezes forem necessárias, para de colocar a culpa nas pessoas e começar a mudar a si mesmo, seus pensamentos suas ações porque o mundo não gira em torno de você.

Cada pessoa desse mundo está passando por problemas inimagináveis, cada um com sua luta interna, sobrevivendo ao caos. E foi o que aprendi com a minha dor, quando eu resolvi me enfrentar, seguir em frente… eu descobri que meu problema não era nada comparado ao de muitas pessoas que eu ouvi, que ninguém realmente quer estar no lugar do outro quando descobre a verdade sobre cada um, me senti uma egoísta, ingrata, e que me faltava tanta coisa para ser alguém melhor e foi então que busquei ajuda e desde então buscando sempre uma melhor versão de mim.

Hoje tudo que aprendo eu coloco aqui, para que as pessoas que se identificam ou passam por alguma situação difícil que sufoca, machuca, também aceite que precisa de ajuda e que isso nunca vai ser um sinal de fraqueza, não é errado sentir e é natural do ser humano falhar, errar, estamos sujeitos a isso, mas é aprendendo que você vai descobrindo a fazer escolhas certas nessa vida, abrir a mente para novas idéias é como abrir um espaço dentro de si.

Talvez como eu, seu primeiro adversário durante essa caminhada seja você mesmo, mas não tenha medo e não desista, estamos encerrando o ano e iniciando um novo, costumamos ver retrospectivas, e também repassamos o nosso ano em nossas mentes, mas essa é hora de deixar o passado para trás e seguir em frente e enfrentar o que tiver de vir. Pedir ajuda quando tiver que pedir, ajudar quando tiver que ajudar, ou seja todos os dias alguém precisa ser ajudado, então seja gentil porque gentileza nunca é demais, não se sinta mal por errar e quando acontecer tire uma lição disso, erros nos ensinam assim como as dores, as frustrações.

Não perca o que você tem de melhor por causa das pessoas, mude apenas aquilo que faz realmente mal para si e para as pessoas, ao contrário disso ser amor e ser luz é um privilégio, querer doar e demostrar isso não é ruim é o que mundo necessita então brilhe, ame, seja gentil, seja empático, respire fundo seja grato e não desista dos sonhos, da vida, “carpe diem” viva o hoje, enfrente os problemas de hoje, ame hoje e tudo tudo tudo hoje… SIGA E ENFRENTE a vida cheio de surpresas e estamos sempre em constantes mudanças, só não esqueça de tudo que aprendeu, e de como evoluiu.. Apenas continue Seguindo !

Feliz Ano Novo meus Amores ! 🙂